CEZAR CANDUCHO

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Citado por delatores, petistas cobram investigação sobre Aécio.


Durante acareação na CPI da Petrobras, doleiro Alberto Youssef e o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, confirmam que o tucano Aécio Neves recebeu propina de Furnas.
Ex-presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra, e o senador Aécio Neves (PSDB-MG) teriam recebido propina de desvios da Petrobras e de Furnas. A denúncia foi confirmada pelo doleiro Alberto Youssef e pelo ex-diretor de Abastecimento da estatal, Paulo Roberto Costa, nesta terça-feira (25), durante acareação entre os delatores da operação Lava Jato, na CPI da Petrobras, na Câmara.
Além dos dois tucanos, outros políticos do partido teriam recebido dinheiro desviado da estatal.
Na sessão da CPI, tanto Costa quanto Yossef explicaram que o montante recebido por Guerra, que faleceu em 2014, teria sido de R$ 10 milhões para “abafar” a criação da CPI da Petrobras em 2009. O dinheiro teria sido pago pela empreiteira Camargo Correa, investigada na operação Lava Jato.
O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) classificou a sessão de hoje da CPI como “esclarecedora”. Para o petista, a comissão não pode ter “dois pesos e duas medidas” ao critica a pressão sobre o Partido dos Trabalhadores e omissão aos outros partidos.
Neste sentido, o petista relembrou supostas ligações do dolerio com o PSDB, quando ocorreu a CPI do Banestado e indagou “se o Youssef está aqui dizendo que Aécio tem envolvimento em Furnas, porque não é investigado?”.
“Delação premiada não é prova, mas é indicio que deve ser investigado”, reforçou Pimenta.
Existe um jogo nas delações na avaliação de Pimenta, onde “tentam transformar mentira em verdade e verdade em mentira”.
Sobre o caso Furnas e o suposto pagamento de propina para o tucano Aécio Neves, Pimenta classificou com um “esquema nebuloso que nunca ninguém entendeu até hoje”.
O deputado Jorge Solla (PT-BA) aproveitou a sessão para questionar Yossef sobre os supostos pagamentos à Aécio Neves, “dinheiro de corrupção de Furnas”, e a resposta foi afirmativa.
“Eu confirmo por conta do que eu escutava do deputado José Janene, que era meu compadre e eu era operador”, disse Youssef.
José Janene (PP-PR) faleceu em 2010. Para se esquivar da resposta de Youssef, o PSDB divulgou uma nota no início da noite de hoje tratando a resposta do doleiro como “ilações inverídicas feitas por terceiros já falecidos”.
Outro tucano que teria recebido propina é o senador Antonio Anastacia (PSDB-MG). Porém, Youssef não soube precisar se foi o tucano que recebeu o dinheiro.
“Com referência ao Anastasia, eu mandei, sim, dinheiro para Belo Horizonte (MG), mas não fui que fui entregar. Então, a mim não foi dito que era para o Anastasia”, disse o doleiro.
***
***
***
Ipsemg distribui guias de orientações para novos servidores e beneficiários.



As cartilhas servem como ponto de partida tanto para o novo servidor quanto para os demais beneficiários quando precisarem usar os serviços.
Com o objetivo facilitar o acesso às informações e apresentar o Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (Ipsemg), duas cartilhas serão distribuídas para os beneficiários e para pacientes e acompanhantes no Hospital Governador Israel Pinheiro (HGIP).
As cartilhas servem como ponto de partida tanto para o novo servidor quanto para os beneficiários quando precisarem usar os serviços da instituição. O “Guia de Orientações” é voltado especificamente para os pacientes e acompanhantes no HGIP, já que elenca os serviços oferecidos pelo hospital.
A cartilha “Orientações ao beneficiário” serve para que o servidor saiba como aderir ao plano de Assistência à Saúde prestado pelo instituto, bem como sobre a  cobertura, custo, onde encontrar o catálogo de serviços e credenciados no site, os canais de atendimento, entre outros serviços.
Por representarem cerca de um terço dos usuários da Assistência à Saúde do Ipsemg, os servidores da área de educação serão os primeiros a receber os guias. As cartilhas serão encaminhadas à Subsecretaria de Recursos Humanos da Secretaria Estadual de Educação.
***
***
***
CPI da Petrobras: Youssef volta a dizer que não houve repasses para campanha de Dilma.



Durante acareação na CPI da Petrobras na Câmara, o doleiro Alberto Yousseff e o ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás  Paulo Roberto Costa entram em contradição em depoimentos.
Os dois principais delatores da Operação Lava Jato, o doleiro Alberto Yousseff e o ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás, Paulo Roberto Costa, participaram nesta terça-feira (25) de uma acareação marcada pela CPI da Petrobras. A corrupção com o pagamento de propina em contratos da estatal brasileira para alguns políticos com foro privilegiado foi confirmada por ambos.
Durante a sessão, Youssef optou ficar em silêncio evitando responder as perguntas dos parlamentares. O direito de não se manifestar na CPI foi permitido pelo ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, que lhe concedeu um habeas corpus. Com isso, o doleiro tem o direito de não se autoincriminar na acareação.
No entanto, Youssef confirmou que ninguém lhe pediu dinheiro para o ex-ministro Antonio Palocci para a campanha de 2010 da presidenta Dilma Rousseff e não quis revelar os nomes dos deputados que supostamente o ameaçam.
O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), foi acusado por Youssef de envolvimento em recebimento de propina para a contratação de estaleiros.
Enquanto Youssef resolveu ficar calado, o ex-diretor da Petrobras, aceitou colaborar com a comissão, mas ressaltou não ter “novidades para colocar”. Entretanto, detalhou que em sua área de atuação na estatal não tinha conhecimento sobre eventos e contratos firmados. A compra da refinaria de Pasadena, nos EUA, segundo Costa foi de responsabilidade do Conselho de Administração da Petrobras.
Em 2006 a refinaria foi comprada por US$ 1,8 bilhão. Porém, um ano antes, o valor da compra teria sido de US$ 42,5 milhões.
A compra da petroquímica Suzano pela Petrobras teve a palavra final do ex-presidente da estatal Luiz Sérgio Gabrielli, disse Costa, que também enfatizou que os casos de corrupção aconteceram em outras áreas da Petrobras, como em Angra 3 e na usina de Belo Monte.
Ambos foram questionados porque fizeram delação premiada. Youssef diz que “foi a melhor coisa a fazer” e que dentro do escândalo de corrupção representava “uma peça nesta engrenagem”. Roberto Costa informou que em conversa com sua família todos concordaram com a delação, já que no contexto geral da investigação ele representava uma “parte pequena” diante de todos os envolvidos.
Costa confirmou ter recebido de Fernando Soares, o Fernando Baiano, que está preso em Curitiba (PR), o valor de  de US$ 1,5 milhão para “não atrapalhar” a compra da refinaria de Passadena, nos Estados Unidos.
“Confirmo o teor dos meus depoimentos anteriores. Recebi essa quantia de Fernando Soares. Toda a compra foi conduzida pela área internacional e aprovada pelo conselho de administração da Petrobras”, disse.
Repasses – Yousseff confirmou também repasse à Paulo Roberto Costa e ao PP valores recebidos da Odebrecht. O doleiro não detalhou os valores pagos.
Tanto Youssef quanto Costa, voltaram a dizer que a empreiteira Camargo Correia pagou propina ao então presidente do PSDB, Sérgio Guerra, morto em 2014 o valor de  R$ 10 milhões  para esvaziar a CPI da Petrobras.
Foto: Luis Macedo/Agência Câmara
***
***
***
PT realizará seminário para debater organização partidária.



O encontro será realizado nos dias 27 e 28 de agosto, em São Paulo, no hotel San Raphael, e será precedido por seminários estaduais, que serão realizados até o final de agosto.
O 5º Congresso Nacional decidiu convocar um seminário nacional para encaminhar ao Diretório Nacional, propostas de reorganização partidária para melhorar o funcionamento das instâncias e ampliar a participação da base.
O encontro será realizado nos dias 27 e 28 de agosto, em São Paulo, no hotel San Raphael, e será precedido por seminários estaduais, que serão realizados até o final de agosto.
Participarão do seminário os membros do Diretório Nacional, representantes da Escola Nacional de Formação, representantes da Fundação Perseu Abramo, dirigentes Estaduais e Municipais indicados pelas Executivas dos seus estados e representantes dos Setoriais Nacionais.
“O seminário deve contar aproximadamente com 200 companheiros (a) que vem munidos de informações, com o acúmulo que tem esses 35 anos do PT, para colocarmos em debate a melhor forma de conduzir e organizar o partido para continuarmos enfrentando os desafios e consolidando cada vez mais o PT, como o partido da transformação social no Brasil ”, destacou o secretário nacional de Organização, Florisvaldo Souza, em entrevista à TV-PT.
Confira a programação e a proposta de funcionamento do seminário:
Dia 27 de agosto
10:00 Abertura
Rui Falcão
Presidente do Diretório Nacional do PT

Florisvaldo Souza
Secretário Nacional de Organização do PT

10:30 – Painel – O PT de portas abertas para a militância, como organizar o Partido a partir da base.
Cida de Jesus
Presidenta do Diretório Estadual do PT-MG

Carlos Árabe
Secretário Nacional de Formação do PT

Emídio de Souza
Presidente do Diretório Estadual do PT-SP

Regina Souza
Senadora do PT

Cada debatedor terá 10 minutos para fazer sua exposição. Serão abertas inscrições para participações do Plenário, sendo sorteadas 10 pessoas que farão uso da palavra por 5 minutos cada. Encerrada a participação do plenário os debatedores terão 5 minutos para as suas considerações finais
12:30 – Almoço
14:00 – Painel – O tripé: Partido, Governo e os Movimentos Sociais.
Gilberto Carvalho
Presidente do Conselho Nacional do SESI

Selma Rocha
Diretora da Escola Nacional de Formação Política

Renato Simões
Secretário de Participação Social

Bruno Elias
Secretário Nacional de Movimentos Populares

Cada debatedor terá 10 minutos para fazer sua exposição. Serão abertas inscrições para participações do Plenário, sendo sorteadas 10 pessoas que farão uso da palavra por 5 minutos cada. Encerrada a participação do plenário os debatedores terão 5 minutos para as suas considerações finais
16:30 – Grupos de Trabalho
Os membros da Comissão Executiva responsáveis pela pasta correspondente ao tema do Grupo de Trabalho farão uma rápida apresentação sobre o tema. A seguir o debate será conduzido por um moderador que sistematizará as propostas dos participantes.
A – Comunicação e Novas formas de mobilização.
Coordenadores:

José Américo, Deputado Estadual e Secretário Nacional de Comunicação

Alberto Cantalice, Membro do Diretório Nacional e coordenador de Mídias Sociais do PT

B – Formação Política como instrumento de atuação partidária
Coordenador:
Carlos Árabe, Secretário Nacional de Formação do PT

C – Financiamento Militante e Estratégias para a Sustentação Financeira.
Coordenadores:
Márcio Macedo, Secretário Nacional de Finanças e Planejamento do PT

18:30 – Conferência Internacional: Experiências Internacionais de Organização Partidária.
Mônica Valente
Secretária Nacional de Relações Internacionais do PT

María Urbaneja
Embaixadora da Venezuela

Valter Pomar
Professor de economia política internacional da Universidade Federal do ABC.

Pablo De los Reyes,
Presidente de la Comisión Nacional de Organización, Frente Amplio

Cada debatedor terá 10 minutos para fazer sua exposição. Serão abertas inscrições para participações do Plenário, sendo sorteadas 10 pessoas que farão uso da palavra por 5 minutos cada. Encerrada a participação do plenário os debatedores terão 5 minutos para as suas considerações finais
Dia 28 de agosto
09:00 – Painel – Democracia Interna e participação militante: Como melhorar o PED.
Luis César Bueno
Deputado Estadual do PT e Presidente do Diretório Municipal de Goiânia

Murilo Amatneeks
Secretário Estadual de Organização do PT – RS

Luiz Turco
Deputado Estadual do PT – SP

Louise Caroline
Assessora Especial na Secretaria Geral da Presidência da República

11:30 – Grupos de Trabalho
O debate será conduzido por um moderador que sistematizará as propostas dos participantes.
Regulamento do PED 1
Regulamento do PED 2
Regulamento do PED 3
O Coordenador será escolhido pelos participantes de cada grupo
13:00 – Almoço
14:00 – Painel – Encaminhamentos do Seminário – a partir das propostas debatidas nas mesas e nos GTs
Mediador: Florisvaldo Souza (Secretário Nacional de Organização do PT)
Apresentação das propostas dos Grupos de Trabalho (Relatores dos Grupos)
Cada um dos 6 coordenadores dos Grupos de Trabalho terá 10 minutos para fazer sua exposição. Serão abertas inscrições para participações do Plenário, sendo sorteadas 10 pessoas que farão uso da palavra por 5 minutos cada. Encerrada a participação do plenário os Coordenadores terão 5 minutos para as suas considerações finais
Encerramento dos trabalhos

Fonte: Agência PT de Notícias

***
***
***

Coletivos feministas e LGBT fazem 11ª caminhada sábado, 29, em BH.


Os Coletivos feministas e LGBT realizam no sábado, 29, a ​​11ª Caminhada das Lésbicas e Bissexuais da Grande BH​. O​ tema deste ano é “Visibilidade e Luta para a Garantia de Direitos”. A concentração para começará às 9h, na Praça 7. A partir das 12h, seguirá pelas ruas da Capital.
A Caminhada faz parte das atividades da ​​1ª Semana Estadual de Visibilidade das Lésbicas e Bissexuais de MG, que terá eventos em ​​Belo Horizonte, Cataguases, Ipatinga, Lavras, São João del Rei e Governador Valadares.
O dia 29 de agosto é o Dia Nacional da Visibilidade Lésbica, definido em 1996 por ativistas lésbicas e também negras. A data representa a luta por visibilidade, contra a lesbofobia, por direitos, igualdade e liberdade para todas as mulheres.
O evento é organizado por: CRP – Conselho Regional de Psicologia MG, GARRa Feminista, Levante Popular da Juventude, Negras Ativas, Nzinga Coletivo de Mulheres Negras, Rede Feminista de Saúde, Rede Afro LGBT Mineira, Rede de Mulheres Lésbicas e Bissexuais de MG, Marcha Mundial das Mulheres e independentes.
A programação completa pode ser conferida na página da Caminhada no Facebook:
***
***
***
12º Congresso da CUTMG será aberto com Lula em ato público



A Central Única dos Trabalhadores de Minas Gerais (CUT/MG) vai realizar, de 28 a 30 de agosto, o 12° Congresso Estadual (Cecut). Na abertura, às 18h, nesta sexta, 28, será realizado o Ato em Defesa da Petrobras e da Democracia, com a presença do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, no Chevrolet Hall.
O ato, que simbolizará a alianças dos movimentos sindical, sociais, populares e estudantis em Minas Gerais, contará com a participação do MST, do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), entre outros, e também abrirá o 44° Congresso da União Estadual dos Estudantes (UEE).
Desafios da Classe Trabalhadora.
O 12° Congresso Estadual da CUT/MG tem como tema “Os desafios da classe trabalhadora em Minas e no Brasil” e vai homenagear Luiz Fernando Carceroni, agerrido dirigente sindical e um dos criadores da União dos Trabalhadores do Ensino (UTE), marco histórico do movimento sindical mineiro e do Brasil. Um dos líderes da greve de educadoras e educadores, deflagrada em 22 de abril de 1980. Carceroni faleceu em novembro de 2014.
Os debates do 12° Cecut, a aprovação do Plano de Lutas e a eleição da nova direção da CUT/MG, a partir da construção de uma chapa de unidade, para o mandato 2015/2018, vão ser realizados no Hotel Ouro Minas (avenida Cristiano Machado, 4001 – bairro Ipiranga, Belo Horizonte).
O credenciamento dos delegados terá início às 12 horas na sexta, 28, no Hotel Ouro Minas. As atividades do 12° Cecut começarão às 14 horas, no auditório do hotel, seguidas do Ato em Defesa da Petrobras e da Democracia, com a presença do ex-presidente Lula, no Chevrolet Hall. Os debates do Congresso  prosseguem no sábado, 29, das 9h às 19h e, no domingo, 30, das 9h às 13h.
Fonte: Assessoria de Imprensa da CUTMG.

***
***
***


1º Encontro dos Povos das Gerais reúne Lula, Pimentel e comunidades tradicionais.



O 1º Encontro dos Povos das Gerais será realizado nesta quinta, 27, em Montes Claros, com a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do governador de Minas, Fernando Pimentel.
O encontro reunirá povos e comunidades tradicionais do Norte de Minas e Vale do Jequitinhonha com o intuito de debater e trocar experiências em torno de práticas agroecológicas e, ainda, discutir e propor políticas públicas voltadas para as comunidades tradicionais. O ato começa às 17h no estacionamento da Faculdade Ibituruna.
O evento é um tributo aos 20 anos do livro “O Povo Brasileiro”, de Darcy Ribeiro, que é natural da capital do Norte de Minas. Fruto de 30 anos de estudo, o livro trata da formação do povo brasileiro e sobre as configurações que ele foi tomando ao longo dos séculos, uma civilização mestiça e tropical. O encontro é realizado pelo Polo Sindical do Norte de Minas, a Articulação Rosalino e Federação das Comunidades Quilombolas de MG.
Assessoria de Comunicação do PTMG com Instituto Lula.
Foto: Comunidade Brejo dos Crioulos.
Atualizado em 27/8/15 às 14h34

Nenhum comentário: