CEZAR CANDUCHO

Minha foto
TERRAS ALTAS DA MANTIQUEIRA., MG, Brazil

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Frente pela Democracia faz ato contra ataque ao Instituto Lula - Manifestantes de diversos movimentos sociais realizam nesta sexta-feira (7), ao meio-dia, um ato contra o fascismo e em solidariedade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A frente #TodosPelaDemocracia é responsável pela convocação do ato, que repudia o atentado a bomba contra o Instituto Lula, ocorrido dia 30 de julho.

Lula e Adílson Araújo, presidente da CTB
Lula e Adílson Araújo, presidente da CTB
Além de rechaçar a onda fascista de grupos da oposição, a manifestação tem como objetivo resgatar as conquistas da democracia. Entre as entidades participantes da frente estão juristas, intelectuais, artistas, líderes religiosos, movimentos sociais e sindicais como: CTB, CUT, CSB, CMP, Consulta Popular, FLM, UMM e partidos políticos (PCdoB, PT, PCO e PDT).

Um outro ato está previsto para o dia 16 de agosto, organizado pelo movimento sindical e entidades da sociedade civil. "A partir de agora, nós, dirigentes, vamos construir em nossas bases essa grande mobilização em defesa do Brasil, dos empregos e dos avanços sociais. E tudo isso se traduz, também, na defesa do presidente Lula", disse o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Rafael Marques.

Para o dirigente, o atentado é "inadmissível". "É um tipo de atitude que aconteceu poucas vezes na história do nosso País e que repudiamos fortemente. Um comportamento de gente pequena, atormentada, pessoas que, com certeza, não deram um centésimo da contribuição que o presidente Lula deu ao Brasil e ao mundo", afirmou Marques.

“Será uma vigília contra a intolerância e em defesa do legado do companheiro Lula, a maior liderança da classe trabalhadora brasileira, que tem sido alvo de ataques de intolerantes e fascistas”, afirma o presidente da CUT, Vagner Freitas.

“Não aceitaremos retrocessos nem desrespeito à democracia. Vamos mostrar a importância de Lula para a classe trabalhadora brasileira e para o Brasil e também que estamos preparados para defender o ex-presidente e o seu legado”, concluiu Vagner.
 

Do Portal Vermelho

Nenhum comentário: