CEZAR CANDUCHO

quinta-feira, 3 de março de 2016

Globo não é sério, Lula lança site para rebater imprensa e vamos lembrar do legado do PT.



Por Davis Sena Filho — Palavra Livre


Lula, até que enfim, resolveu reagir ao linchamento público de intenção aniquiladora no que diz respeito à sua moral, à sua identidade e à sua imagem. No Brasil, magnatas bilionários de todas as mídias cartelizadas e monopolizadas e seus empregados, que não passam de sabujos a serviço de tirania e da vilania, fazem o que querem, porque consideram este País sua fazenda para ganhar muito dinheiro e, com efeito, manter seus privilégios e benefícios, bem como tratam o povo brasileiro como seu escravo.

Lula resolveu abrir a boca e rebater, sem vacilar, a baixaria, a sordidez, a perversão e o aviltamento dos quais é vítima, principalmente nos últimos meses, juntamente com sua família, que também está no olho do furacão de um sistema abjeto de acusações sem provas, edificado em denúncias vazias e de tentativas, recorrentes, de humilhações e desprezos praticados por jornalistas mal intencionados e juízes, delegados da PF e procuradores partidários e ideológicos, que só investigam, perseguem e prendem os políticos ligados ao PT, a transformarem suas instituições e corporações em verdadeiros partidos políticos a trabalharem em prol dos interesses a oposição liderada pelos políticos do PSDB e do DEM.

Políticos tucanos que, diga-se de passagem, estão envolvidos até a medula em incontáveis escândalos, desde a Privataria de FHC — o Neoliberal I —, até os mais recentes como o Metrozão, o Trenzão e o roubo da merenda escolar, com destaque ainda para o Mensalão Tucano, o Banestado, o HSBC, a Zelotes e, principalmente, a Lista de Furnas, escândalo este, irrefragavelmente, documentado, ao ponto de ainda não se entender como é que o MPF, a Justiça e a Polícia Federal ainda não colocou a mão em políticos do PSDB e seus aliados, que deixaram suas digitais tão evidenciadas quanto alguém que toca piano em um concerto musical.

Entretanto, ninguém é idiota, apesar de o consórcio judiciário e midiático considerar que no Brasil todo mundo é idiota. Não. Não mesmo. Neste País existe gente inimputável, mas nem todo mundo é coxinha de classe média de índole conservadora, reacionária e envenenada pelas mídias de magnatas bilionários que odeiam o Brasil, mas não são idiotas o suficiente para deixarem de ganhar suas fortunas na terra brasilis, porque de idiota essa gente esperta e sorrateira não tem nada.

Essa gente perversa e golpista sabe muito bem que o Brasil é rico e poderoso, apesar de sistematicamente ser apresentado por intermédio de suas mídias apátridas e traidoras como um País de "merda" todos os dias ao público, uma forma cruel e manipulada para se combater o nacionalismo e baixar a autoestima dos brasileiros desavisados e desinformados que começam a pensar que vivem e moram no pior dos infernos e das crises, quando a verdade é que a crise e o inferno tem nome: Organizações(?) Globo. PS: nunca compreendi este nome "Organizações". Alguém pode me explicar o que significa isto? Com a resposta, os leitores.
  
A verdade é que O Globo é ridículo e todo o ridículo tem muita dificuldade para enxergar no espelho sua ridicularidade de essência nociva e perniciosa. O jornalismo que tal oligopólio midiático vende às pessoas é da pior qualidade editorial e noticiosa. As informações desse pasquim mal escrito e pensado são truncadas, propositalmente distorcidas e manipuladas e, sobretudo, mesquinhas. Nada pior do que o mesquinho, porque empresas e seres humanos que se apresentam assim na vida não se preocupam com a verdade e o bem-estar do País ou do cidadão. De forma alguma.

O mesquinho age e vive como um abutre, a bicar o corpo daquele que não pode mais se defender ou que está a ser vítima de um processo de linchamento moral e político, como acontece, agora, com o ex-presidente Lula, que, evidentemente, sabe se defender dos mesquinhos e de suas mesquinharias. Eu até consigo compreender que uma empresa de (mau) jornalismo, no caso O Globo, seja de oposição a todo e qualquer presidente trabalhista ou socialista. Porém, enveredar para a patifaria, pura e simples, e fazer um jornalismo mequetrefe e rastaquera alicerçado na injúria, na calúnia e na difamação passa ser uma questão de polícia, de justiça e de denúncia.

De quantos crimes financeiros e fiscais já foi acusada a família Marinho nas últimas décadas? De quantas acusações de ter participado de golpes políticos, conspirações e aniquilamentos de reputações tal família é acusada? De quantas ilegalidades os Marinho são acusados de cometer, a exemplo de construção de mansão ilegal em área de proteção ambiental (APA), de edificação de sede da Globo em terreno público em São Paulo, de sumiço de processo contra os Marinho na sede da Receita Federal no Rio, além de ilegalidades na compra da própria Globo nos idos de 1965, sob os auspícios da Time Life etc. e tal.

O que eu afirmo é público e notório. Não há novidade. Quem não sabe que as empresas do grupo Globo formam uma Organização(?) historicamente contrária aos interesses do Brasil e de seus trabalhadores? Esse pessoal inquilino da plutocracia internacional combateu a criação da Petrobras, da Vale do Rio Doce, da Telebras e de quaisquer estatais que, porventura, cooperasse para a independência do Brasil. Os Marinho criticaram duramente a elaboração e a promulgação da CLT, dos direitos trabalhistas, combateram o 13º salário e as férias e o fim de semana remunerados.

Imperialistas, sempre se juntaram com a gringada, esperta e malandra, para explorar economicamente o Brasil e seu povo. Nos últimos anos, posicionaram-se contra os programas sociais e o acesso de pobres à educação em universidades públicas federais e estaduais. Tal família, por meio de seus sabujos que perderam a vergonha na cara, porque concordam com seus patrões em não dar nada aos pobres, que é a maioria do povo brasileiro, combateu os programas que visam a igualdade de oportunidades, a exemplo das cotas para negros e índios, do Enem, do Sisu, do Ciência sem Fronteiras, do Fies, o ProUni, do Pronatec, do Luz para Todos, do Minha Casa, Minha Vida, do Mais Médicos, dentre muitos outros programas e projetos que o PT e seus governos trabalhistas efetivaram com sucesso no Brasil.
Os governos de Lula e Dilma foram os governos mais democráticos que eu conheci e vivenciei nos meus 56 para 57 anos. Receberam todas as categorias profissionais e classes e grupos sociais no Palácio do Planalto. Algo que nunca vi acontecer em outros governos. Lula recebeu catadores de latas e de papelão, líderes do movimento gay, sem terra e sem teto, índios e negros, movimentos de mulheres trabalhadoras, feministas e estendeu a mão aos imigrantes que fugiram de guerras civis e entre países, aos perseguidos políticas e aos que se tornaram vítimas da fome e da miséria.

Os governos petistas e trabalhistas, tanto o de Lula quanto o de Dilma, nunca mandaram a polícia ou as Forças Armadas baterem em trabalhadores e estudantes. Não aconteceu até hoje repressão policial contra a sociedade brasileira. Quando digo nunca é nunca mesmo. Realidades essas que ocorreram regularmente com os governos estaduais controlados por tucanos (PSDB) e demos (DEM). Fato!  A imprensa familiar e golpista, como as do Marinho, lambuzou-se em seu arrivismo, atavismo e hedonismo. Hipócritas e cínicos, os magnatas bilionários agrediram os mandatários trabalhistas de todas formas e maneiras, mas nunca foram igualmente retaliados ou censurados ou atacados com a mesma força e reação por parte dos governos essencialmente democratas do PT.

Além de tudo o que os governos trabalhistas realizaram, conforme já citei neste artigo, o Brasil se tornou o maior canteiro de obras do mundo, por meio da construção de hidrelétricas, de ferrovias, da recuperação da indústria naval, da transposição de Rio São Francisco, da construção de pontes nacionais e internacionais, de submarinos nucleares, da compra de equipamentos para as Forças Armadas (aviões, navios, helicópteros, submarinos, carros de combate e diferentes armamentos, equipamentos e materiais bélicos), da recuperação e ampliação de portos, de aeroportos e da finalização de ferrovias, que atravessam o País de norte a sul e de leste a oeste, sem deixar de citar também os campos de energia aeólica, da consolidação do pré-sal e da exigência de que os parceiros estrangeiros do Brasil só poderiam firmar acordos econômicos, financeiros e estratégicos, com o repasse de conteúdo e conhecimento científico e tecnológico, tanto nas áreas civis quanto nas militares.

Por seu turno, o gigante e poderoso País de língua portuguesa realizou os eventos mais importantes do mundo, nos âmbitos da música, da ecologia, das religiões, dos negócios e dos esportes, com destaque para os jogos Pan-Americanos, a Copa do Mundo, as Olimpíadas e Paralimpíadas, que se realizarão em agosto deste ano de 2016. Todos esses megaeventos tiveram o apoio e a influência dos governos petistas. Na área externa o Brasil fortaleceu o Mercosul, a Unasul e foi um dos criadores dos Brics e do G-20. Além disso, o Governo Lula deu uma banana à Alca, o bloco dominado pelos Estados Unidos, que praticamente anexou a economia mexicana aos interesses yankees. Além do mais, a política externa de Lula fortaleceu as relações Sul-Sul, principalmente a aumentar o intercâmbio econômico e de pessoas com a África.

No Oriente Médio, o Brasil ficou mais forte, porque suas exportações aumentaram exponencialmente, bem como no que é relativo à Ásia não necessário dizer nada, a China, a Rússia e a Índia formam com o Brasil e a África do Sul os Brics e são as economias mais poderosas desse continente, excetuando-se o Japão e a Coréia do Sul, que são alinhadas aos Estados Unidos, bem como países disfarçadamente ocupados e dominados pelos yankees desde a Segunda Guerra e a Guerra da Coreia, exemplo maior da Guerra Fria na Ásia, que dividiu o país em dois, sendo que um lado é comunista, o outro capitalista e armados até os dentes, com os estadunidenses a financiar a separação de um mesmo povo, de uma mesma nação.

Assim os EUA também procederam com Cuba e voltou, depois de décadas, a reatar os laços, porque sabe que o Mercosul, o Brasil e os outros blocos, a exemplo dos Brics, já estavam a negociar economicamente com o país caribenho há muito tempo, além de que o embargo econômico contra Cuba se tornou esquizofrênico, porque há muito tempo não vivemos mais na Guerra Fria, que morreu e seus ossos cremados, a não ser nas Coréias — desfaçatez e absurdo. Só não resolvem porque a plutocracia internacional não quer. O conflito coreano deve estar ainda a dar lucros econômicos e dividendos políticos aos grandes capitalistas donos do establishment.

E assim são as coisas. Lula vai criar site e botar para quebrar, porque não é possível aguentar e aturar tanta covardia e estupidez por parte da Justiça, da PF e do MP, com o apoio irrestrito das manchetes e notícias da imprensa de negócios privados mais corrupta e privada do planeta, que é a brasileira, que age impunemente no Brasil e nada acontece contra seus crimes de fundo ideológico, político e econômico.

A imprensa corrupta e golpista dos magnatas quer falar sozinha, mas a internet, por meio dos blogs sujos e de sites de esquerda não permite que os donos da imprensa alienígena falem sozinhos, como falaram durante décadas e derrubavam governantes trabalhistas. Acabou essa história de Mervais e Mirians abrirem suas bocas e ninguém questionar as sandices golpistas de conotações direitistas que pessoas comprometidas com status quo fazem. Acabou-se.

Eles não são os pais e as mães da verdade. Lula vai falar, publicar e rebater em seu site as mentiras e as armações perpetradas contra ele, sua família, o PT e o Governo Dilma. Não é possível que um dirigente político tão importante no Brasil e conhecido internacionalmente fique à mercê de burocratas tucanos da PF, do MP e da Justiça, que se alinharam com os interesses do PSDB e da imprensa empresarial, que é totalmente descompromissada com o Brasil e seu povo.

O Globo e a Rede Globo não são sérios, como todo o resto da imprensa mercantilista pautada pelas Organizações(?) dos Marinho. A verdade é que eu não creio que a amnésia e a ingratidão do povo brasileiro, que melhorou de vida, seja tão grave e injusta ao ponto de esquecer do legado do Partido dos Trabalhadores e de seus governos democráticos e trabalhistas. Até porque a direita não tem e nunca teve legado. Só se for o legado do retrocesso, do atraso, da exploração, da fome, da miséria e da violência. É isso aí.

PS: Ah, já ia me esquecer. A construtora Andrade Gutierrez é tucana e a maior financiadora de Aécio Neves quando concorreu à Presidência da República. Seu dono, Otávio Azevedo, torceu para Aécio vencer as eleições de 2014. A Andrade Gutierrez sempre foi tucana e ligada ao PSDB, inclusive tinha ações na Cemig no Governo Aécio Neves. Financiou, e muito, as campanhas do PSDB durante anos. Porém, sabe o que seu dono está a negociar com o MPF/PSDB para delatar e virar mais um caguete de quinta categoria? A presidente Dilma Rousseff e a campanha de 2010! Realmente, os tucanos são i-nim-pu-tá-veis no Brasil. E o brasileiro é tratado pelo consórcio judiciário tucano e pela imprensa golpista como i-di-o-ta. Durma-se com um barulho desses em pleno Estado de Direito em regime democrático. Ninguém merece conviver com esse consórcio judiciário tucano (PF, MP e Justiça) politizado, ideológico e a ser sustentado pelo dinheiro do contribuinte para dar golpe político e escolher lado partidário. Os togados estão a serviço de quem e para quem? Quem vai denunciá-los? E se cometeram arbitrariedades e injustiças, quem vai puni-los? 

Nenhum comentário: