CEZAR CANDUCHO

quinta-feira, 30 de junho de 2016

Temer é o poder em forma de desgraça e uma ponte para a opressão e o retrocesso.


Por Davis Sena Filho -- Palavra Livre

michel temer é o exemplo fidedigno do que é um homem de direita, a comandar um  governo de direita e completamente voltado e dedicado aos ricos e muito ricos, às grandes corporações, a exemplo das petroleiras internacionais e à banca internacional, a que exige superávits primários bilionários de um país, de uma Nação e de seus trabalhadores, a fim de encher de dinheiro e riquezas a os bolsos e os cofres dos banqueiros nacionais e internacionais.

Com o temer no poder há o que se temer. Sua personalidade sorrateira e dissimulada, seu caráter despótico e seus valores e princípios sectários e elitistas o transformam, sem sombra de dúvida, em um ditador de terceiro mundo com ares de "quatrocentão" de São Paulo, Estado useiro e vezeiro em promover golpes contra presidentes trabalhistas e tudo aquilo que possa mexer com os interesses da plutocracia brasileira, que até hoje sente saudade e nostalgia dos tempos da escravidão.

Poder-se-ia dizer que michel temer, o "aristocrata" de província e de ares e gestos monárquicos é uma farsa de si mesmo, porque mentiroso e golpista, além de totalmente leviano, porque traidor do povo brasileiro, da democracia, do Estado de Direito e, principalmente, de Dilma Rousseff, a quem ele deveria respeitar e considerar, porque, independente de qualquer projeto e desejo que este político de conduta abjeta gostaria de concretizar, sua posição como vice-presidente e aliado de um governo de coalizão está acima de quaisquer coisas.

Portanto, é inaceitável que tal sujeito desleal e traidor assuma como usurpador do poder a Presidência da República. Vou ser mais claro e objetivo. Se, porventura, Dilma Rousseff reassumir a cadeira da Presidência de onde ela jamais deveria ter saído, michel temer (para relembrar: o nome dessa peçonha é sempre escrito em letras minúsculas por ser tratar de um pigmeu moral, político e citadino) e seus pústulas igualmente golpistas, que o acompanharam nesse horrendo golpe bananeiro e terceiro-mundista, que reflete a carranca e o focinho da casa grande provinciana e ignorante, apesar de seus títulos acadêmicos e nobiliárquicos.

A burguesia e a pequena burguesia (coxinhas) que odiaram de forma visceral os avanços conquistados pelo povo brasileiro, bem como quer vender o Estado para garantir que os próximos governos eleitos e de perfis democráticos e trabalhistas não tenham o controle de instrumentos e ferramentas, que são as empresas estatais e os ministérios sociais, no sentido de conduzir e implementar as políticas públicas de inclusão social, além de efetivar projetos de infraestrutura, ciência, pesquisa e tecnologia protegidos por normas e regras que protejam o interesse nacional em prol de seu desenvolvimento.

O Amigo da Onça usurpador, vulgo michel temer, surgiu como um rastilho de pólvora a explodir tudo o que foi construído com muito trabalho pelo povo brasileiro e pelos governos de Lula e Dilma nos últimos 12 anos, porque a partir do 13º ano a mandatária trabalhista teve seu governo engessado pelo Congresso, onde não conseguia aprovar matérias de interesse da Nação, bem como a imprensa de negócios privados dos magnatas bilionários e associados ao sistema judiciário (STF, PGR/MPF e PF) deram forma jurídica e publicizaram o golpe bananeiro, mas violento, a fim de "ganhar" adeptos, principalmente no segmento ocupado por coxinhas amarelões de classe média e paneleiros de barrigas cheias, que cooperaram para que a "elite" política e judiciária de direita pudesse dar uma conotação popular ao golpe.

Só que há um problema insolúvel para a direita golpista desprovida de votos e que será, inquestionavelmente, relatado pela História: a presidente Dilma Rousseff não cometeu dolo. Não existe crime de responsabilidade. Não há provas! Integrantes, cúmplices e apoiadores do governo golpista e usurpador do poder constituído pelo povo reconheceram o golpe. Romero Jucá, José Sarney, Rose de Freitas, Gilmar Mendes, Zezé Perrela, dentre outros, pronunciaram quanto a este assunto e reconheceram que as "pedaladas" foram apenas um subterfúgio para depor uma presidente constitucional.

É o fim da picada o Brasil mais uma vez ser tratado por uma "elite" política, judiciária e midiática como uma República das Bananas, a envergonhar a Nação e fazer com que dezenas de milhões de brasileiros se sintam mal, porque tiveram seus votos invalidados por uma malta de bandidos golpistas que tomaram o poder central como ladrões que assaltam bancos, lojas, residências e pedestres. Os canalhas tomaram o poder na mão grande, a rasgar a Constituição e a mandar para o espaço o Estado de Direito constituído para ser institucionalizado, de forma que o Brasil se tornasse, enfim, um País e uma Nação civilizada.

Civilizado como o são as sociedades dos países desenvolvidos tão admirados pela casa grande brasileira tacanha, atrasada, egoísta, golpista, violenta, sectária, racista, que faz do retrocesso "Uma Ponte para o Futuro", o nome ridículo e cretino dado ao programa e às propostas de carácteres trogloditas de michel temer, o "monarca" de quinta categoria e farsante, que se comporta como um gorila dentro de uma loja de caros e finos cristais. temer (sempre no minúsculo) é a cara lavada e escarrada da burguesia e da pequena burguesia (classe média coxinha) deste País. Um atraso e provincianismo só. Inenarráveis... E sabe por quê? Porque essa gente de alma pequena e ignorante olha e enxerga o futuro pelo espelho retrovisor.  

Todo esse processo político, jurídico e midiático draconiano ou vampiresco é, na verdade, farsa e fraude efetivadas por criminosos que se apoderaram ilegalmente e ilegitimamente do Estado brasileiro, sem ter a autorização das urnas, que são soberanas, conforme reza a Constituição. Esses cafajestes rasgaram a Carta Magna ao seus bel-prazeres, porque sabem que por intermédio do voto não conquistarão o poder, ainda mais que o PT poderá ter como candidato o político mais famoso e conhecido da história do Brasil, que é o ex-presidente Lula, que está a ser perseguido ferozmente e até desumanamente por juiz de província e de primeira instância, politicamente ignorante e bárbaro.

Além disso, Lula é também alvo de delegados e procuradores opressores, que se aproveitam de seus cargos para agirem seletivamente em prol dos interesses da direita brasileira e de seus partidos políticos, a exemplo do PMDB, do DEM e, principalmente, do PSDB. Agremiações que tomaram o poder por meio de um golpe depois de o Brasil ter reconquista a democracia há mais de 30 anos. Uma mixórdia só. Nunca vi tanta molecagem praticada por homens e mulheres que ocupam cargos e exercem funções importantes na República Federativa do Brasil. Inaceitável.

Não há como tergiversar com essa gente da casa grande. Se Dilma Rousseff, por meio do julgamento do Senado, em agosto, voltar para retomar o poder conquistado de forma legal e legítima, realmente, se existe Justiça neste País, tais golpistas, servidores e políticos, deveriam ser presos e afastados do serviço público para o bem da Nação e da civilização, que não tolera bárbaros, burgueses selvagens, assim como ser efetivado rapidamente o marco regulatório para os meios de comunicação, porque assim como está não dá mais para ficar.

Continuar a aturar coronéis midiáticos com pensamentos políticos e econômicos do século XIX é uma coisa que não se deve realmente fazer, porque seria grave imprudência e omissão. Trata-se de questão ontológica o caso desses bárbaros e fundamentalistas da imprensa de mercado. Os cérebros desses sacripantas golpistas deveriam ser doados, após suas mortes, à Ciência, pois se trata de metafísica.

Os magnatas bilionários donos de oligopólios midiáticos são golpistas perigosíssimos, cometem crimes, diuturnamente e historicamente, geração após geração, contra os interesses do Brasil, sendo que por causa desses motivos devem ser tratados como são, ou seja, serpentes e escorpiões. Não se deve também, como fizeram os governos trabalhistas do PT, alimentar lobos e coiotes selvagens com vara curta. A esquerda, definitivamente, tem de aprender e entender como a banda toca aqui nos trópicos para poder governar e nunca mais dar condições para que haja golpes bananeiros, porém, violentos. A verdade é que o Brasil está a sofrer uma ruptura constitucional. Mais uma para a nossa desgraça e humilhação. É por aí... Ponto.

Simplesmente a direita brasileira, liderada pelos gorilas fascistas de São Paulo, a ter o senador tucano Aécio Neves como a "Maria Louca" do front golpista, para quase dois anos depois de sua derrota para Dilma ser ripado, ou seja, chutado para o alto pelo próprio sistema judiciário que blindou seus atos de corrupção até ter certeza de que os tucanos de São Paulo pudessem, no lugar de Aécio, controlar novamente o PSDB e reivindicar a candidatura à Presidência da República. E foi feito. Aécio Neves está na berlinda. Pode até não ser preso, porque tucano e coronel midiático no Brasil são vergonhosamente inimputáveis, para o desgosto e o inconformismo de quem não é idiota e não se deixa ser. Todavia, Aécio é do sistema, o mesmo sistema seletivo que prende um lado e blinda e protege o outro, que é o lado da grande burguesia plutocrata.

michel temer é a representação fidedigna do que o Brasil tem de pior e mais selvagem. Porque haveremos de convir: não há nada mais atrasado, violento e provinciano do que os inquilinos da casa grande brasileira que, volto a falar, escravizou seres humanos por 388 anos. Existe burguesia mais escrota do que a brasileira? Pode ter igual no mundo, mas não pior. A casa grande deste País é a verdadeira jabuticaba. Ela é mentalmente e incompreensivamente miserável.

E por quê? Porque ela é escravocrata, dá tiro no pé, pois quer um País para poucos, de caráter VIP, até porque o Brasil somente serve para fazer negócios, assim como seus filhos vivem mais no exterior no que neste País. E, se vivem aqui, moram e se movimentam social em redomas de cristais. Muitos filhos dessas comunidades burguesas se transformaram em juízes e procuradores e tentam transformar o mundo por meio de seus princípios e valores, que são os mesmos das classes ricas e, com efeito, dominantes.

No entanto, desconhecem a dura realidade da grande maioria da sociedade brasileira. Pequenos burgueses togados, que, equivocadamente e autoritariamente, consideram-se mais importantes do que as autoridades eleitas pelo voto popular, como são os casos de Lula e Dilma Roussef. Durma-se com um barulho desse. Não é mole não, vei!

Politizaram-se, partidarizaram-se e ideologizaram a política para criminalizá-la e judicializá-la. É este o processo do golpe bananeiro de estado. Não há outra versão; só se for para causar confusão à sociedade e despolitizar ainda mais os coxinhas golpistas de índoles fascistas, que pediram até por um golpe militar em suas manifestações, que mais pareciam, ridiculamente, com micaretas, porque essa gente de alma pequena nunca protestou por causa de fome ou por não ter acesso ao estudo, ao emprego digno, ao consumo, à moradia e ao lazer e entretenimento.

Agora o Brasil passa por um sério retrocesso. O governo do usurpador Amigo da Onça -- vulgo michel temer --, composto por golpistas criminosos que tomaram o poder de assalto estão a realizar uma administração governamental predatória, de entrega de nossas estatais, riquezas e de desmantelamento do Estado nacional. Estão também tais picaretas a desconstruir o que foi construído, que são os programas de inclusão social.

Imagine, por exemplo, se o Brasil não tivesse esses programas? Somos um dos países que tem mais homicídios no mundo, além outros crimes bárbaros. Como estaria a nossa situação agora, nos tempos de hoje? Muito pior. E o que faz o chefe dos fascistas, michel bárbaro temer? Ele começa, e com muita urgência e rapidez, a desmontar o estado de bem-estar social, além de vender o que puder, como já ressaltei anteriormente.

Trata-se de um perverso de extrema direita. Se não fosse um direitista radical, michel temer não teria como ministro da Justiça o advogado Alexandre de Moraes, notório espancador e repressor de movimentos sociais e sindicais. Você acha que tal brucutu e traidor de Dilma Rousseff já fez tudo que tinha de fazer em seu curto governo digno de um huno, ou seja, um bárbaro? Pois esperem...

O troglodita de direita se assumir, definitivamente, o poder em que ele usurpou, certamente que o Brasil vai perder, e muito. As privatizações, inclusive o Pré-Sal, serão imensas e a toque de caixa, bem como o acesso das pessoas mais pobres, que é a maioria do povo brasileiro, aos programas sociais ficará apenas em suas lembrança. temer é um tubarão feroz e voraz; uma criatura formada e preparada para defender e atender os interesses do status quo. michel temer é a face mais dura do establishment nacional, porque este golpe bananeiro é made in Brazil.

Em poucos dias à frente do governo ilegítimo e ocupado por golpistas, michel temer efetivou as seguintes medidas, bem como propôs outras: incorporou o Ministério da Previdência ao Ministério da Fazenda para diminuir sua importância e tentar dificultar o debate sobre questões previdenciárias, bem como interditar a discussão relativa à reforma previdenciária, pois, na Fazenda, será mais fácil mentir como sempre mentiram, a ter como desculpa o "rombo" da Previdência para ferrar os trabalhadores e os aposentados; reajuste do salário mínimo sem obrigatoriedade de repor a inflação; fim da indexação de qualquer benefício previdenciário ao valor do salário mínimo; aumento no tempo de contribuição e da idade mínima para aposentadoria (75 anos), inclusive para servidores da ativa; aumento de impostos; permitir que as convenções coletivas prevaleçam sobre as normas legais, salvo quanto aos direitos básicos.

Além disso, tal governo de direita e completamente distante dos interesses do povo brasileiro realizou mais estas ações: Ministério sem mulheres, negros e índios; fim da Secretaria de Igualdade Racial; fim do Ministério da Cultura; assim como o Ministério da Educação foi entregue ao DEM. Sinceramente, quem entrega a Educação ao DEM é porque realmente deseja que o Brasil retroceda à Velha República ou à escravatura.

O ministro golpista da Educação, Mendonça Filho -- vulgo Mendoncinha, é filiado ao DEM, evidentemente, partido que combateu duramente o ProUni, o Fies, o Enem, as cotas, os 50% do Fundo do Pré-Sal para a Educação e 75% dos royalties do petróleo para o setor educacional, ou seja, o DEM, herdeiro da UDN e principal partido que deu sustentação à ditadura com as siglas de Arena e PDS, luto, incessantemente, contra os avanços conquistados na última década na área da Educação.

Este partido empresarial e fascista defende:  a mensalidade paga em cursos de extensão e pós-graduação; o ensino superior nas mãos da iniciativa privada, além de apoiar michel temer na revisão do Bolsa Família e o fim dos reajustes; o fim da Controladoria Geral da União (CGU), que aconteceu; reduzir o Sistema Único de Saúde (SUS), sendo que o desmonte do SUS, uma das maiores conquistas do povo com a Constituição de 1988, atende aos interesses privados da saúde.

Além disso, essa gente sem eira nem beira quer desobrigar o Estado de sua obrigações constitucionais. É a proposta de jerico de Ricardo Barros, ministro da Saúde, que quer flexibilizar a obrigatoriedade de aplicação de percentuais mínimos do orçamento na área da Saúde. Por sua vez, tal ministro golpista quer o fortalecimento dos planos de saúde, que financiaram as campanhas desse sujeito irresponsável que luta para diminuir o SUS em um País com graves desigualdades sociais e com uma população de 210 milhões de habitantes. Não satisfeito com a patifaria via golpe, Barros ainda disse que a qualidade dos serviços de planos de saúde não será controlada pelo governo.

temer deu fim ao Ministério do Desenvolvimento Agrário. Sua extinção aconteceu para ser incorporado à pasta do Desenvolvimento Social. A "incorporação" tem a finalidade mórbida e perversa de enfraquecer os movimentos sociais do campo, as associações e a agricultura familiar. Tem o propósito de tirar dos trabalhadores a força de reivindicação e dificultar o diálogo com o governo golpista. A Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag) considerou as decisões de temer e sua trupe de malfeitores como um retrocesso para as conquistas da agricultura familiar e da reforma agrária no País. A Contag lembra que o modelo de gestão para políticas públicas agrícolas era referência mundial e será profundamente afetado.

temer e sua casa civil (o nome da peçonha sempre em minúsculo) ainda fez mais merda: revisão da demarcação de terras indígenas, a prejudicar  as demarcações de terras indígenas. Dilma assinou 21 atos para desapropriar 56 mil hectares de terras. O ministro golpista do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, chegou a declarar que “terra indígena é invasão de propriedade legitimada pelo Estado”. A subprocuradora-geral da República, Deborah Duprat, avalia que a revisão da demarcação de 56 mil hectares de terra fere a Constituição. Entidades ligadas à questão indígena já anunciaram que vão à Justiça contra a medida. Observe o que esse indivíduo menor disse: que o Estado legitima invasões de terras. Trata-se da direita em toda sua eloquência bárbara de alma patrimonialista, porque para verdugos desse quilate o Estado tem de servir à casa grande ao invés de atender à Nação.

Privatizações é com essa gente traiçoeira. O golpe tem por objetivo restabelecer a agenda neoliberal derrotada em quatro eleições consecutivas pela maioria do povo brasileiro. O golpista temer e seus ministros estúpidos e inconsequentes querem privatizar a Petrobras e seu Pré-Sal, a Casa da Moeda, os Correios, as centrais elétricas federais e tudo o que puder entregar aos empresários da iniciativa privada, seja nos âmbitos federal, estadual e municipal. A ordem é deixar o Brasil no oco, sem a autoridade do voto e a determinação soberana do povo. Por isto que são chamados de golpistas.

O ataque de rapina duríssimo ao programa Minha Casa, Minha mostrou para o que veio o governo ordinário de temer. O ministro golpista das Cidades, Bruno Araújo (PSDB), revogou a construção de 11.250 unidades residenciais. É que tucano está acostumado a tirar na porrada as pessoas que ocupam imóveis porque não tem onde morar, mas jamais construir casas. E fez mais o temer predador em sua desditosa interinidade: fim da Secretaria de Direitos Humanos, agora subordinada ao Ministério da Justiça de Alexandre de Moraes, um rábula de extrema direita que representa o que há de mais conservador e retrógrado no País. Poder-se-ia dizer que Moraes ama o retrocesso e a repressão aos movimentos sociais como o poeta ama as canções.

Para finalizar sobre os poucos dias do governo espúrio de michel temer, tal sujeito reativou o Gabinete de Segurança Institucional (GSI), um retrocesso institucional terrível, porque dá poder a um general de novamente se meter em questões civis, até mesmo com sindicatos e a espionar lideranças políticas, como ocorreu com o Lula, em pleno ano de 2016, como se estivéssemos em plena ditadura no fim dos anos 1970, quando Lula surgiu como liderança sindical nacional. temer tem profunda nostalgia dos anos de chumbo, porque foi forjado politicamente nesta época.

Tentou-se o golpe na EBC, cujo presidente tem mandato de quatro anos. O STF não permitiu, e não sei como, porque a esta altura não se espera nada de justo do Supremo. A EBC não poder existir. Porém, a TV Cultura dos tucanos de São Paulo não só pode existir, como deve, inclusive, combater os governos petistas. Querem simplesmente impedir que a televisão e a comunicação públicas existam. Não se pode falar e nem se expressar, a não ser ter de se submeter ao pensamento único das mídias privadas dos magnatas bilionários de imprensa.  

Ao concluir o artigo, José Serra no Ministério das Relações Exteriores e o subsequente fechamento de embaixadas inaugura-se no Brasil a diplomacia do porrete e do gorila selvagem em um loja de cristais, coisa que nem os militares fizeram com a comunidade internacional. Pelo contrário, o Brasil do Governo Geisel foi o primeiro País a reconhecer a independência da africana Angola em 1975, então colônia de Portugal. temer ainda coloca em risco a existência do Ministério de Ciência e Tecnologia, a demonstrar toda sua verve de um brucutu de direita e sua essência de lesa-pátria, que são simbolizadas no logotipo de seu governo interino escolhido pelo Michelzinho, seu  filho.

Nada como um bom, velho e surrado patrimonialismo. Não critique o "pobre" golpista. Não seja duro, por favor. É porque o indivíduo minúsculo michel temer é muito família. O logotipo de seu governo direitista é uma bandeira do Brasil desatualizada e do tempo da ditadura civil-militar dos idos de 1964 a 1968, ano do AI-5. Talvez temer -- o Amigo da Onça -- quisesse homenagear aqueles tempos bicudos que lhes causam tanta nostalgia e ótimas lembranças. Bem, se temer ficar, muita gente terá o que merece. temer é o poder em forma de desgraça e uma ponte para a opressão e o retrocesso. É isso aí.

Nenhum comentário: