CEZAR CANDUCHO

Minha foto
TERRAS ALTAS DA MANTIQUEIRA., MG, Brazil

terça-feira, 5 de julho de 2016

Temer, golpe, patifarias, corrupção, delações, seletividade e togados do Judiciário.

TEMER: JESUS ESTÁ VENDO!

Por Davis Sena Filho — Palavra Livre

Aconteceu assim, conforme os dois primeiros parágrafos abaixo, segundo a imprensa de mercado:

"O empresário José Antunes Sobrinho, um dos donos da construtora Engevix, é mantido em prisão domiciliar a poucos metros da força-tarefa em Curitiba. Vem de Antunes a acusação, em uma proposta de delação premiada, de que o presidente interino Michel Temer foi o beneficiário de R$ 1 milhão de propina, paga pela Engevix, como recompensa por um contrato de R$ 162 milhões da empreiteira com a Eletronuclear. (...) Na proposta de delação, Antunes conta que o ex-coronel da Polícia Militar João Baptista Lima Filho, sócio da empresa de arquitetura Argeplan e “pessoa de total confiança de Michel Temer”, ganhou o principal contrato de construção da usina Angra 3 com a Eletronuclear, no valor de R$ 162 milhões, e se comprometeu a subcontratar a Engevix para realizar a obra. Em troca, a empreiteira pagaria R$ 1 milhão para “suprir interesses de Michel Temer” — de acordo com Antunes. (...)"

"(...) A interlocutores, Temer já disse que Lima cuidou de suas campanhas eleitorais. De acordo com a proposta de delação de Antunes, Lima ganhou a licitação para a obra em Angra 3, em maio de 2012, por ter forte influência sobre Othon Pinheiro, presidente da Eletronuclear nos governos Lula e Dilma. Temer e Lima eram responsáveis pela manutenção de Othon no cargo, diz Antunes em sua proposta de delação. Segundo essa versão,  em troca do apoio, Othon deveria ajudar Lima nesse e em outros contratos. Mas a Argeplan, uma empresa que reformava telhados e cuidava de pequenos projetos arquitetônicos, não tinha experiência alguma com energia nuclear. Foi aí que entrou a Engevix, com sua expertise. (...)"

michel temer, o usurpador que se encontra na calada da  noite, às escondidas, com um gângster golpista e um dos principais responsáveis pelo golpe bananeiro, mas violento contra Dilma Roussef e seus 54,5 milhões de eleitores, o já famigerado Eduardo Cunha. temer "governa" como se não tivesse amanhã, ou como se fosse um político de prestígio e receptor de um caminhão de votos dados a ele pelo povo brasileiro e paulista, realidades jamais acontecidas, que passam longe de sua vida medíocre e de seu caráter de golpista, que não é merecedor do mínimo de respeito por parte importante da população.

O mafioso está solto e faz com que o cidadão consciente faça péssimo juízo de valor quanto à honestidade, à isenção e à honorabilidade do STF, do Ministério Público Federal nos Estados e da PGR em Brasília, porque a verdade é que não se compreende o porquê de o gângster ainda se encontrar livre, leve e solto, além de não haver um único corrupto e malfeitor do PMDB, do PSDB, do DEM e do setor de comunicação privado, controlado por magnatas bilionários e historicamente golpistas não estarem presos. Uma investigação profunda do oligopólio midiático faria com que a corrupção das construtoras fosse coisa de amadores.

Enquanto isso, o juiz do PSDB do Paraná, Sérgio Moro e seus procuradores obsessivos pelos petistas, mas jamais pelos demotucanos, além dos delegados francamente aecistas, continuam, a seus bel-prazeres, a direcionar depoimentos baseados em delações, ou seja, escolhem quem vai falar, como acusar e sobre o quê denunciar. É a tal da delação premiada, que, na verdade, é a delação seletiva e direcionada, de preferência aos membros do PT e suas lideranças, nas pessoas de Dilma e Lula, porque políticos da importância de José Dirceu já estão presos. Ressalta-se, ao que parece, preso perpetuamente, enquanto o Amigo da Onça — vulgo michel temer — se encontra com o gângster Eduardo Cunha no Palácio Jaburu. Repito: Na calada da noite...

Um verdadeiro escracho autorizado pelos juízes da Corte contra a República e a sociedade. Por sua vez, para o STF, cúmplice e guardião do golpe que envergonha eternamente os brasileiros, que se recusam a serem tratados como idiotas, seja um fato normal proibir o Cunha de entrar na Câmara, mas ser permitido ir ao Jaburu conspirar com o temer para que o golpe bananeiro e terceiro-mundista seja consolidado, com a carranca e o focinho da casa grande escravocrata.

Certamente, depois do golpe, a burguesia provinciana viaje para Miami para bancar a chique e cosmopolita, mas cheia de esqueletos no armário, breguices mil e muito dinheiro oriundo de negócios com o Estado, apesar das loas e boas dedicadas à iniciativa privada, como a Samarco (Vale do Rio Doce), a EBX do Eike Batista, a OI e o estádio do Maracanã, dentre muitos fracassos do mundo privado, que foi proibido ao povo para atender aos interesses escusos de um governador da estirpe de Sérgio Cabral, que faliu o Rio de Janeiro.

Simplesmente os donos do consórcio que administra o estádio e hoje arena proibiram os times cariocas e suas imensas torcidas de ocuparem as cadeiras do Maracanã, outrora estádio do povo e o mais popular do Brasil. O maior absurdo que vi na vida em termos esportivos e ninguém fala nada... Ninguém toma providências contra essa corja de aproveitadores, que deveria estar a ser processada e seus contratos sumariamente anulados para que o povo, principalmente o mais pobre, retorne ao Maracanã, que se transformou em estúdios da Globo, com plateia vip, branca em maioria e praticamente sem a presença de cidadãos negros.

Verdadeiro crime contra o povo carioca e brasileiro. O esporte mais popular do Brasil com plateia elitizada e que fica a olhar para o celular ao invés de ver o jogo. Até a forma de torcer mudou, pois distante, fria e pasteurizada — a cara dos coxinhas que ficam a ver o PFC. Ir ao Maracanã virou um programa comum, como ir ao shopping ou a uma boite ou ao cinema. Só que o futebol não é comum. E não vou explicar. Trata-se da cara do Brasil do golpe coxa-bananeiro. Ou seja, uma merda... E amarelada-esverdeada, como se viu nas ruas.

Este é o País dos empresários da iniciativa privada. Aqueles que capitalizam os lucros e socializam os prejuízos com a sociedade. E depois têm de aturar "especialista" de prateleira da Globo News a explicar o inexplicável, defender o indefensável e elogiar o que não é realmente elogiável. Durma-se com um barulho desse.

Contudo, o que assombra a quem não se considera burro e nem idiota é que realmente a PF, a PGR (MPF) e o STF não conseguem prender membros de outros partidos, geralmente siglas de direita, do governo pária e bastardo de michel temer (só para relembrar: o nome dele é sempre escrito em letras minúsculas por se tratar de um pigmeu moral, político e citadino), que tomou de assalto o poder central, bem como toda semana cai um ministro golpista acusado de ser corrupto.

O motivo para tanta celeuma e inconformismo é porque grande parte da sociedade deste País sabe e compreende que tais associados do golpe de estado bananeiro são considerados ladrões e usurpadores do Estado de Direito e da democracia, e, consequentemente, têm de se defender das acusações, inclusive alvos de escrachos em lugares públicos, como os eventos e aeroportos,  apesar da ajuda da imprensa comercial e privada (privada nos dois sentidos, tá?!), que os blinda e, quando não é possível, evitam dar destaque à matéria, como nunca fazem com o PT.

Não sei, não... Porém, sem ser radical, um paredón calhava muito bem no Brasil de hoje. Pena que não exista um processo revolucionário, que pelo menos fizesse os golpistas sentirem um frio gélido em suas barrigas, enquanto seus lábios e gargantas secam, pois reações orgânicas que podem ser chamadas também de "o grande medo", como ocorreu na Venezuela, em abril de 2002, na capital Caracas, no Palácio Miraflores, quando o povo venezuelano em forma de multidão cercou o palácio e causou pavor aos golpistas que, como no Brasil, tomaram de assalto o poder como verdadeiros bandidos, só que com "direito" a sequestro do presidente eleito Hugo Chávez.

O povo da Venezuela cercou o prédio presidencial e, conforme as filmagens, os insurgentes de direita, a liderá-los o empresário Pedro Carmona, presidente da Fedecámaras, que se autoproclamou presidente da República com poderes acima da Constituição. Trata-se da cara da direita em qualquer lugar do mundo. Manipulam a palavra democracia, mas no poder se tornam ditadores e ladrões do povo, porque somente governam para privilegiar e beneficiar o ricos.

Tomam o poder ilegitimamente e ilegalmente, transformam o País em uma ditadura mequetrefe promovida por uma "elite" provinciana e subdesenvolvida, sendo que acusam o político deposto e que foi eleito democraticamente pelo voto popular de "ditador" e "corrupto", como ocorreu com Dilma Rousseff e também com o Lula, bem como no passado com Getúlio Vargas e João Goulart. Fato!

O político trabalhista está a ser perseguido desrespeitosamente e até desumanamente por um juizinho de província seletivo e useiro e vezeiro em frequentar os regabofes dos ricos e de políticos do PSDB, conforme notícias e fotos repercutidas pela imprensa de mercado, que tanto o apoia em busca de sacramentar ou concretizar o golpe pelo Senado contra Dilma e a democracia no mês de agosto, e, com efeito, manter o fantoche e direitista michel temer no poder para vender o que resta do Estado brasileiro e diminuir ou retirar os programas de inclusão social e os direitos trabalhistas.

O desmantelamento do Estado nacional sem um único voto, sem autoridade, sem legitimidade e sem legalidade. Uma verdadeira besta-fera predadora do Brasil. É a essência da direita bananeira de alma udenista/lacerdista, que, sistematicamente e há décadas, utiliza-se do tema "corrupção" para dar golpe em presidentes legitimamente eleitos, como é o caso do miserável direitista michel temer (o nome sempre em minúsculo, de acordo com o tamanho e o pensamento político e social dele, ou seja, nenhum).

Há quase um século derrubam, prendem, matam ou mandam para o exílio mandatários populares de esquerda ou trabalhistas, se for possível ao político deposto por um golpe de estado ter o direito de ainda vivo ir para seu desterro no exterior. Só que quando o tiro sai pela culatra esses covardes se desesperam. As filmagens que mostraram o pavor e o horror dos golpistas de direita venezuelanos foi algo impressionante.

Seus rostos e expressões se transfiguraram, pois transtornados pelo pavor. Pela primeira vez eu vi gente covarde, rica e cruel também sentir medo, quando é quase impossível ver indivíduo rico, pois a vida toda protegido por redomas de cristais medrar dessa forma tão emblemática e covarde, como qualquer ser mortal ou comum, que esteja em situação de perigo de morte. Foi acontecimento elucidativo, pois cafajestes têm de sentir medo e verificar que nem sempre o dinheiro e a posição social os protegem. Os ricos também morrem... e medram!

Voltemos ao José Antunes Sobrinho. O preso quis delatar. Ele é um dos donos da Engevix. Contudo, os procuradores não quiseram assinar o acordo de delação, pois alegaram que Antunes não disse tudo, ou melhor, escondeu situações e episódios sobre corrupção, que colocam, evidentemente, michel temer e seus associados de golpe no olho do furacão. O mesmo temer presidente nacional do PMDB durante 20 anos. O mesmo temer cujo partido foi da base de sustentação dos governos FHC, Lula e Dilma. O mesmíssimo temer que, como qualquer político ainda mais de partido grande, necessita de dinheiro para financiar campanhas eleitorais como os seres vivos necessitam de oxigênio para viver.

Os procuradores, delegados da PF e juízes do STF e o titular da Vara da Província do Paraná são assim: direcionados, seletivos, partidários e ideologicamente de direita. Até hoje as delações de Marcelo Odebrecht e de outros empresários e executivos de empresas estão penduradas em cabides dos armários da PGR, da Vara do Moro e tratadas como segredos pelos delegados da PF, os maiores vazadores de processos e inquéritos da República e seguidos pau a pau pelos procuradores no que tange às tais condutas.

Quanto à Odebrecht, nada é publicado na imprensa. Muito parecidos como os casos Banestado, Trensalão e Metrozão e Merendão de São Paulo, cujo presidente da CPI é tucano. Isto mesmo. Um tucano vai presidir a CPI que investiga o Governo Alckmin do PSDB. Não esqueçamos, logicamente, da Lista de Furnas do Aécio Neves, que já foi delatado oito vezes e que neste exato momento está mais quieto que cria de herbívoros na selva quando caçados por leões e hienas. Enquanto isso a imprensa corrupta e golpista se cala como se nada tivesse acontecido.

Aécio solto. José Dirceu preso. Cunha solto. Dirceu preso. temer solto, a mandar no governo de forma descarada, ilegítima e o Dirceu preso. Os ministros do temer soltos e o Dirceu preso. Os tucanos todos soltos, o Dirceu preso e o Lula perseguido violentamente, a ser achincalhado em um linchamento moral sem precedentes. Talvez somente Dirceu e Getúlio passaram por isso, além de Dilma e Jango e Brizola. Que coincidência, cara-pálida! Todos eles mandatários trabalhistas ou esquerdistas! Por que será? Com a resposta o juiz Moro e seus delegados e procuradores que nunca leram e estudaram história para valer.

Não esqueçamos igualmente da Privataria Tucana, pois se fosse investigada à vera o PSDB, o DEM e o PPS teriam fechado suas portas, bem como o PMDB, que foi base de sustentação, ressalto novamente, dos governos de FHC — o Neoliberal I —, aquele presidente tucano de bico longo, voo curto, que foi ao FMI três vezes, de joelhos, humilhado, com o pires nas mãos, porque quebrou o Brasil três vezes.

Um verdadeiro "tricampeão" da incompetência, da omissão, da negligência, do desleixo, do entreguismo, do antinacionalismo, do antirrepublicanismo e adepto da subordinação, da subserviência, do "macaquismo" subdesenvolvido, da diplomacia de tirar os sapatos, porque patrono do inenarrável, indescritível e incomensurável complexo de vira-lata. FHC é tudo o que uma Nação não merece. O tucano plutocrata de punhos de renda representa o divórcio definitivo entre a casa grande e os trabalhadores do povo.

Acoplado ao viralatismo burguês-tupiniquim, temer, por intermédio do traiçoeiro e daninho José Serra, está a recuperar a diplomacia do "Falar Fino Com os Estados Unidos e Falar Grosso com a Bolívia", assim como restabelecer urgentemente o complexo de vira-lata por meio da "Diplomacia de Tirar os Sapatos". Coisa bem tucana, bem província paulista quatrocentona, verdadeiras odes ao atraso, ao retrocesso, à subordinação, à subserviência e à falta de vergonha na cara. Maldito o povo que tem um Serra e lhe governar, além de azarado. Ponto.

Agora temos de esperar por agosto, que eu espero que não seja trágico como o agosto que ceifou a vida do estadista gaúcho e trabalhista, Getúlio Vargas. Porque a perseguição a Lula será ainda mais feroz se Dilma não reverter o golpe de estado travestido de legal e legítimo com o apoio decisivo do STF e da PGR. As delações não são para punir os corruptos. Não é este o principal mérito da questão. As delações são para sacramentar o golpe contra Dilma, prender os petistas ao máximo que puder e, finalmente, inviabilizar de morte a candidatura Lula a presidente em 2018. A direita quer o Lula morto ou preso, porque se for pelo voto não ganha, apesar da campanha desditosa, feroz e diuturna das Organizações(?) Globo e suas congêneres.

A direita togada, a direita política e partidária, a direita midiática, apoiadas por entidades como a Fiesp, já contam com a derrota da presidenta trabalhista em agosto e no Senado. michel temer faz planos e já avisou que vai implementar medidas impopulares. É a lógica dos fascistas. temer é, antes de tudo e qualquer coisa, um fascista perigosíssimo e disposto a implantar um governo no solo desta Nação determinado a atender às demandas da plutocracia internacional e da casa grande deste País. A direita vai desmontar o Estado nacional e retirar direitos trabalhistas e conquistas sociais advindas dos programas petistas de inclusão social. Esta é a dura realidade. Esta é a verdade. O resto é farsa e fraude, como o é o golpe bananeiro, mas violento e made in Brazil.

Este sujeito golpista e usurpador é tão perverso que disse aos ricaços do mundo rural, onde ele se sente em casa: (...) "A partir de certo momento começaremos com medidas impopulares. (...)  Depois de agosto. (...) Logo depois de agosto, eu pretendo viajar por vários países para incentivar investimento estrangeiro no Brasil". Esta é lógica perversa da direita. E se tem um homem de direita neste País este homem é o temer.

Ele vai viajar para fazer negócios em prol do Brasil, como se fosse o Lula, um político histórico, democrata, popular,  reconhecido internacionalmente e que tem nas costas um caminhão de votos. O temer, camarada, não pode atravessar a rua de sua casa de tão "respeitado" e "popular" que é. Sugiro que fique no Jaburu. Realmente... Tem gente que não se enxerga. Por favor, comprem com urgência um espelho para esse sujeito pulha, totalmente desleal e desprovido de sensatez.

É só no que ele pensa: lançar "pacotes" econômicos cretinos e covardes contra o povo. Não tem voto nem como deputado federal. Sempre foi um político, a despeito de ser financiado pela oligarquia paulista, sem votação realmente expressiva. Tomou carona como vice-presidente e conspirou. Comportou-se e comporta-se como um oportunista, um rato de porão em busca de comida na ausência do gato, assim como anuncia a seu bel-prazer o que vai fazer com o País depois do golpe: ferrá-lo e arrebentá-lo, porque não há um único País que não se ferrou e se arrebentou ao adotar políticas econômicas e financeiras de perfis neoliberais. Está aí a crise europeia, norte-americana e mundial a comprovar e que não permite que algum economista ou financista de má-fé minta.

Entretanto, isto não importa. É na crise que a direita política representante da casa grande ganha muito dinheiro. Quanto maior a crise, melhor para enganar a população para dizer que por causa da "crise" urge tomar medidas drásticas, adotar receitas amargas e o C... a quatro. Quero lembrar e ressaltar que quando o Brasil no auge dos governos Lula e no primeiro governo Dilma estava a fazer frente em relação à crise mundial, os meios de comunicação privados das famiglias midiáticas, que adoram mamar nas tetas do Estado, jamais deixaram de afirmar que o Brasil estava em crise, mesmo sem estar. Manipulação e mentira na veia.

É como se fosse uma lavagem cerebral, que começa aos pouquinhos, em doses homeopáticas de veneno, como forma de desconstruir e combater, no caso dos governos petistas e trabalhistas, a luta para se consolidar um estado de bem-estar social, este que agora o michel Amigo da Onça temer está a desconstruir, a destruir e a usar a crise para ferrar de morte do Brasil e apertar com força o cinto da calça do povo, de onde a burguesia escravocrata que michel temer representa tira suas riquezas e seu dinheiro.

O STF, por ser a Corte de Justiça mais importante e o guardião da Constituição é o maior culpado pelo golpe, porque os juízes da instituição poderiam impedir que um homem de nível baixo de Eduardo Cunha, que age como chefe do golpista temer reagisse por vingança à negativa de o Governo Dilma de dar-lhe três votos de deputados petistas para evitar que ele fosse responder por seus crimes na Comissão de Ética da Câmara. Cunha retaliou e depois deu no que deu, sendo que nenhum ministro do temer acusado de corrupção e de conspiração contra a Lava Jato fosse até hoje preso, mesmo após as gravações.

Porém, Delcídio Amaral foi preso depois de ser gravado. Ah, lembrei, ele era do PT. Se é do PT, vai preso. Se não é, não vai. Não defendo o Delcídio, apenas cito os fatos e a diferença de tratamento. O ex-senador sempre teve alma tucana e grande parte dos petistas nunca confiou nele. Aliás, Delcídio sempre foi combatido dentro do partido, principalmente pelas alas de esquerda e centro-esquerda.

Agora se comprova os dois pesos e as duas medidas. O mérito é este, que fique claro. É técnico. Se Delcídio foi acusado de conspirar contra a Lava Jato e foi preso, por que então o Romero Jucá e outros do PMDB que foram gravados a conspirar ainda não foram presos? Aliás, por que a PF, a PGR e o STF mantêm o Cunha solto ao ponto de ir ao Jaburu na calada da noite para continuar a conspirar, mandar no governo golpista e usurpador e, mais do que isto, elaborar estratégias para concretizar o golpe no Senado. Como pode? Que bagunça é essa? Pobre do Brasil por ter um STF como esse, pois alicerce principal do golpe de estado. Tais juízes vão ficar na (lixeira) da História. Biografias maculadas... Sem mais comentários. 

O STF vai ficar na história como uma casa de golpistas. Quanto à PGR, ela já nasceu covarde e traidora da Nação. Duvida? Basta perguntar para o general Golbery do Couto e Silva ou para o procurador-geral e ministro do STF, Sepúlveda Pertence, os dois do passado. Os dois, cada um em seu tempo, afirmaram: "Criei um monstro!" Só no Brasil que procuradores, promotores e o que o valha querem governar no lugar dos eleitos pelo voto direto e soberano do povo.

Um verdadeiro inferno alimentado por coxinhas de classe média, que fizeram concurso público, mas desconhecedores da história do Brasil, elitistas, preconceituosos, analfabetos políticos e que resolveram, a despeito do combate à corrupção, que deve ser sempre combatida, intervir indevidamente na política e presunçosamente e arbitrariamente serem partes de um golpe terceiro-mundista, cujo "capitão" do golpe é michel temer, acusado de corrupção por um delator, bem como praticamente todo seu Ministério. temer significa a ausência de civilização.


O que os procuradores, delegados da PF, o Moro e os juízes do STF acham disso? Como vivem com isso? Eles não sabem que o PMDB, como o DEM e o PSDB estão podres? Ou somente o PT é o alvo de togados ideológicos e partidários à direita? Com a resposta, suas togas pagas com altos salários pelo contribuinte. A corrupção e o golpe bananeiro serviram como "Uma Ponte para o Futuro". E o futuro para a desgraça do Brasil tem a cara do patife das ilustrações de Péricles: o Amigo da Onça. É isso aí.

Nenhum comentário: