CEZAR CANDUCHO

Minha foto
TERRAS ALTAS DA MANTIQUEIRA., MG, Brazil

domingo, 14 de agosto de 2016

Lava Jato está tão convencida de que Lula é corrupto que esnoba delação.


Jornal GGN - Está tudo pronto para que Lula seja indiciado pela Polícia Federal e denunciado pela força-tarefa da Lava Jato como "chefe do esquema de corrupção" desvendado no seio da Petrobras. Pelo menos é o que reporta o colunista da revista Época, Murilo Rosa, que deixou no ar que Lula não deve ser preso ainda - mas que pessoas próximas ao ex-presidente não estão mais a salvo.
De acordo com o jornalista, os investigadores "trabalham com afinco para pegar Lula assim que a Olimpíada termine". Os delegados e procuradores estão tão convencidos da fatalidade dos indícios que colheram que, agora, esnobam a necessidade de delações premiadas contra Lula. "O conjunto de evidências é tamanho que eles abdicam até de novas informações provenientes de delações premiadas", escreveu Rosa, na noite de sexta (12).
Não que a Lava Jato não tenha se apegado a uma delação e tentado obter outras - como a de Leo Pinheiro (OAS) e Marcelo Odebrecht - para acusar Lula. O ex-presidente hoje é réu justamente por conta do depoimento que o ex-senador Delcídio do Amaral deu à força-tarefa em troca de liberdade e outros benefícios. Disse o ex-senador que foi Lula quem pediu para que um esquema fosse armado para comprar o silêncio de um dos principais delatores da Lava Jato, Nestor Cerveró. Como prova, apresentou agenda e passagens que comprovam que esteve na presença de Lula.
defesa do petista afirmou ao GGN que os investigadores não apresentaram provas materiais da participação de Lula nessa tentativa de obstrução à Lava Jato. O procurador Ivan Marx, ao ratificar a denúncia da Procuradoria Geral da República sobre o ex-presidente chegou a dizer que contra um chefe de esquema de corrupção "não há de se esperar provas".
No caso do sítio de Atibaia, a Lava Jato ainda está colhendo provas. Por enquanto, tem explorado a suposição de que Lula é o dono oculto do imóvel que recebeu benfeitorias da OAS e Odebrecht, o que caracterizaria algum tipo de pagamento de propina e lavagem de dinheiro.
Ontem, o GGN também mostrou que o inquérito do Triplex no Guarujá foi concluído e que, agora, o relatório da PF deve ser transformado em denúncia pelos procuradores da Lava Jato. Esta seria a segunda acusação formal contra Lula na operação.
Retaliação
Ainda de acordo com o jornalista de Época, "os investigadores estão irritados com as seguidas tentativas de Lula de intimidá-los", em referência ao recurso que o ex-presidente apresentou a ONU para conter os abusos na operação. "Mas não está previsto, por enquanto, pedido de prisão contra o ex-presidente. Ao menos contra ele", acrescentou. Além de Lula, sua esposa e filho também são alvos da PF.
A defesa de Lula tem reiterado que a Lava Jato já o considera culpado. Criaram os crimes, só falta achar as provas.
Segundo os advogados, ficou claro que as últimas ações deflagradas são em retaliação à ida de Lula a ONU. No mesmo dia em que o recurso foi anunciado, a Justiça Federal de Brasília transformou Lula em réu. A intimação de Marisa Letícia e de um filho de Lula para prestar depoimentos sobre o sítio de Atibaia também teria ocorrido na esteira da indisposição do petista em calar as críticas à Lava Jato.
*

Nenhum comentário: