CEZAR CANDUCHO

Minha foto
TERRAS ALTAS DA MANTIQUEIRA., MG, Brazil

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Preparem-se, o governo de direita do Temer vem aí! — Dilma não cometeu crime e criminoso é quem dá golpe.



Por Davis Sena Filho — Palavra Livre


"Faremos uma oposição inquebrantável, incansável, intransigente"... (Senador Aécio Neves, em pronunciamento no Senado após ser derrotado por Dilma Rousseff). E deu no que deu: golpe! (DSF)

"Pedaladas" cometidas por todos os governos anteriores à Dilma Rousseff se transformam em ferramentas do golpe de estado bananeiro travestido de legal e legítimo. Impeachment sem dolo é golpe. A verdade é que 54,5 milhões de brasileiros tiveram seus votos rasgados por golpistas que desprezam a democracia e que deram um pontapé na autodeterminação do povo e no Estado Democrático de Direito", com o propósito de tomar de assalto o poder e usurpá-lo, impor a agenda neoliberal derrotada quatro vezes consecutivas e se livrar da cadeia, porque temerosos das ações da Lava Jato". (DSF)

A barra vai pesar. O fardo vai ser grande e pesado para o povo brasileiro carregar. Basta-nos parar para pensar e ponderar quanto às ações danosas, sectárias e maquiavélicas do golpista *michel temer — vulgo o Usurpador —, que, a despeito de suas inúmeras determinações ilegítimas quanto à administração do País, uma delas simboliza, indelevelmente, o caráter perverso de seu governo, quando tal golpista interrompe o Programa Brasil Alfabetizado.

Isto mesmo. Os golpistas, por intermédio de um ministro que não pode andar nas ruas de Pernambuco, Mendonça Filho, político que representa, sobretudo, as oligarquias pernambucanas dos coronéis de engenho, historicamente uma das mais cruéis do Brasil e, por que não, do mundo, resolve suspender a alfabetização de 13 milhões de brasileiros, adultos e pertencentes às classes carentes, que não conseguem ler um simples bilhete, um cartaz de aviso em um posto de saúde ou ler os letreiros dos ônibus para saber quais são seus itinerários. Um grupo social de 13 milhões de pessoas significa 8,3% da população. Existem países com populações menores.

Então, chega-se à conclusão: o governo de *michel temer e seus palacianos não estão de brincadeira e vão realizar um governo de lesa-pátria e arrasa-quarteirão. Escolhi citar um programa que não é dos mais caros, para que as pessoas ou os leitores tenham uma noção do que os golpistas, que cometeram crimes contra a Constituição, a democracia e o Estado de Direito, são capazes, de forma que eu pergunto: o que essa gente, que odeia o Brasil e despreza seu povo trabalhador, não fará com as estatais e com os programas de inclusão social, a exemplo do Bolsa Família e de inúmeros programas dos setores da Saúde e da Educação, além das obras de infraestrutura, como a transposição do Rio São Francisco e a hidrelétrica de Belo Monte.

Quero dizer que, independente das privatizações que visam a entrega do patrimônio público e o desmonte do Estado, a intenção é fazer com que o atendimento à população por parte do Governo Federal seja inviabilizado, ou melhor falando, torne-se impossível, pois se o Estado nacional se torna mínimo, mínimas serão também suas condições para atender às demandas e os interesses sociais e econômicos de quase 210 milhões de brasileiros, como também os projetos estratégicos do País, exemplificados nos segmentos nuclear, naval e construção civil, que serão praticamente "congelados", a priorizar os interesses estrangeiros nessas importantes áreas estratégicas e econômicas, como sempre agiram dessa forma irresponsável e colonizada as "elites" brasileiras de caracteres escravocratas.

A casa grande tupiniquim sempre foi inconsequente no que tange aos interesses do País, porque nunca saiu da "adolescência", pois historicamente sustentada e amparada pelo Estado patrimonialista, que a direita quer ressuscitá-lo, por intermédio de um golpe criminoso contra uma presidenta constitucional, que não cometeu um único crime de responsabilidade, bem como eleita por 54,5 milhões de cidadãos brasileiros, que tiveram seus votos desrespeitosamente e violentamente cassados, por golpistas que, entre outros horrores, querem fugir da cadeia e dos braços da Justiça.

O golpe contra Dilma Rousseff é o golpe contra a democracia. Ponto. Não há argumentos plausíveis para derrubá-la do poder. O que a casa grande pensa que está a fazer? Que vai governar em paz? Que o Brasil vai se unir em prol de seu desenvolvimento, por intermédio de políticas sociais e econômicas dignas dos dentes de um Drácula? A verdade, como Dilma asseverou em sua defesa no Senado, é que "querem sua morte política", pois, além de cassá-la, a mandatária reeleita democraticamente ficará inelegível por oito anos. Um absurdo, porque se trata de uma pessoa inocente  e condenada por muitos senadores que são réus na Justiça ou são acusados de serem beneficiários de propinas e de financiamento ilegal de campanhas, como demonstram as delações premiadas da Lava Jato.

Se Dilma Rousseff for condenada a perder seus direitos políticos e ser derrubada do poder por um golpe terceiro-mundista, que reflete a alma das oligarquias brasileiras, certamente que a crise política brasileira vai recrudescer — agravar-se. Não há paz sem justiça. Além disso, ninguém é idiota, mesmo os que fingem sê-lo por interesse alheio aos interesses do Brasil e da governante reeleita, porque o que interessa aos golpistas é assumir o poder definitivamente por meio de eleição indireta, a rasgar-se a Constituição e a dar uma sonora banana ao povo brasileiro, sendo que os bananeiros provincianos são os golpistas inquilinos da casa grande.

No caso do Brasil, golpe de estado parlamentar, com o apoio e a cumplicidade de juízes, procuradores, delegados, empresários, além, evidentemente, dos golpistas magnatas bilionários de imprensa e seus empregados tão golpistas como qualquer integrante do consórcio de direita. Não há como tergiversar sobre o processo golpista que acontece no Brasil. E por quê? A resposta é simples e direta: porque é golpe! Impeachment sem crime, sem dolo é golpe. Preparem-se, o governo de direita do *temer vem aí! Dilma não cometeu crime e criminoso é quem dá golpe. É isso aí.

*michel temer: o nome de tal peçonha se escreve sempre em minúsculo, por se tratar de um pigmeu moral, político e citadino. temer é também conhecido pelo vulgo Amigo da Onça — o Traidor Usurpador. 

Nenhum comentário: