CEZAR CANDUCHO

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

PTMG - Sou totalmente apoiadora da presidenta Dilma, diz Fernanda Takai.


Para a vocalista do Pato Fu, “as pessoas têm noção de que Dilma é uma pessoa idônea, honrada. A gente não pode deixar de apoiar as pessoas de bom caráter. Não vou deixar de apoiar a presidente Dilma.
No programa Mariana Godoy Entrevista, exibido na noite da última sexta-feira (12) na Rede TV, a cantora Fernanda Takai, se disse “totalmente apoiadora da presidenta  Dilma Rousseff”.
Ela esteve na atração para falar sobre o lançamento de seu mais novo disco, mas não deixou de expressar seus posicionamentos políticos.
A vocalista do Pato Fu lembrou que cantou na primeira posse da presidenta eleita Dilma e disse que, na ocasião, o ato reuniu artistas diversos do país, muitos, inclusive, que não a apoiavam.
“As pessoas têm essa noção de que ela é uma pessoa idônea, honrada. A gente não pode deixar de apoiar as pessoas de bom caráter. Não vou deixar de apoiar a presidente Dilma”, afirmou.
O programa também recebeu Anna Muylaert, diretora do filme Que Horas Ela Volta?. Ela já se manifestou contrária ao impeachment em diversas situações e chegou a dedicar um prêmio a Dilma e ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pelos avanços promovidos na área social do país.
Foto e fonte: Agência PT de Notícias.
***
***
***
Cecília Ferramenta e Agnaldo registram candidaturas em Ipatinga.
“Registramos nossas candidaturas com a convicção plena de que representamos o melhor projeto para a nossa querida Ipatinga. Contamos com cada um e cada uma para levar à população tudo que já realizamos e que ainda vamos realizar, a partir de 2017. Vamos, juntos, debater com todos os moradores o presente e o futuro da nossa cidade e vencer as eleições para fazer de Ipatinga um lugar cada vez melhor, com saúde, educação, desenvolvimento, trabalho, segurança e qualidade de vida para todos”. A declaração é da prefeita Cecília Ferramenta, ao fazer o registro de sua candidatura à reeleição na Prefeitura de Ipatinga, ao lado do candidato a vice-prefeito, o atual vereador Agnaldo Bicalho. O protocolo foi registrado neste domingo (14).
Primeira prefeita eleita na história de Ipatinga, para o mandato iniciado em janeiro de 2013, Cecília Ferramenta apresentou à Justiça Eleitoral todas as certidões negativas que atestam o fato de ser ficha limpa e sem qualquer condenação de contas na Câmara Municipal ou tribunais. Por isso, a candidata à reeleição na Prefeitura está em condições legais de disputar as eleições do dia 2 de outubro próximo.
“Vamos debater com os moradores da cidade, mostrar a realidade verdadeira do município, com os pés no chão e muita disposição para avançar ainda mais. Diante da situação econômica do país e dos municípios, vamos mostrar tudo o que fizemos nos últimos anos e o que podemos fazer para superar as dificuldades, garantindo que a nossa cidade se desenvolva com justiça social e qualidade de vida para todos e todas”, confirmou a prefeita Cecília Ferramenta.
Assessoria de Comunicação Cecília Ferramenta

***
***
***


PTMG JÁ TEM O SEU TIME PRONTO PARA AS ELEIÇÕES MUNICIPAIS.


Visando a retomada de um projeto de reconstrução partidária e de fortalecimento da democracia nas cidades mineiras, o Partido dos Trabalhadores de Minas Gerais já tem o seu time pronto para as próximas eleições.
O primeiro turno está marcado para o dia 2 de outubro e os candidatos terão, a partir de terça-feira (16/08), 45 dias para realizar comícios, distribuir material gráfico e organizar passeatas e carreatas.
Para a presidenta do diretório estadual do PT, Cida de Jesus, com o término da fase de registro dos candidatos, a nova etapa é de orientação e de preparação para que todos entrem firmes na campanha. “É um período que exige dos nossos companheiros e companheiras, muita criatividade”, disse.
“Eu estou com boas expectativas porque a nossa turma que está encarando o desafio de lançar as candidaturas, sejam elas de prefeitos, prefeitas, vereadores e vereadoras, está na construção da retomada de um projeto que nós, do PT, vivenciamos anos atrás”, reforçou.
Cida acrescentou que o grande desafio é construir projetos que desenvolvam e que façam com que as pessoas tenham de fato direito às cidades, mas que também não percam a originalidade que é a defesa da democracia.
“Nós precisamos fazer um trincheira de resistência. Defender a democracia é avançar nos projetos sociais, dos trabalhadores, das crianças, das mulheres, além de projetos para agricultura familiar, de desenvolvimento de defesa das cidades e de defesa da vida.”
Assessoria de Comunicação PTMG

Nenhum comentário: