CEZAR CANDUCHO

sábado, 1 de outubro de 2016

PTMG - Candidatos do PT desconstroem adversários e avançam após último debate.


Na última quinta-feira (29), candidatos e candidatas do PT que concorrem às prefeituras de cidades de todo o Estado participaram do último debate realizado pelas emissoras de TV, mostrando que estão firmes no propósito de melhorar as políticas públicas dos municípios mineiros e apoiar, como sempre fizeram, àqueles que mais precisam.
Em Belo Horizonte, Reginaldo Lopes respondeu aos questionamentos com firmeza e apresentou propostas concretas, capazes de beneficiar a todos os cidadãos. Reginaldo, que nos últimos 45 dias percorreu todos os cantos da cidade ao lado de Jô Moraes (PCdoB), sua candidata a vice, defendeu políticas favoráveis para a capacitação e formação profissional do jovem.
Nosso candidato também mostrou como é possível melhorar a questão de moradias e citou o ex-prefeito Patrus Ananias como referência de honestidade e capacidade de gestão do modo petista de governar.
Reginaldo também desconstruiu os discursos de seus adversários primacialmente o candidato do PSDB, que foi omisso às investigações do helicóptero flagrado pela PF, com quase meia tonelada de droga. Na época, o candidato tucano presidia a comissão de Segurança Pública na Assembleia. “É muito mais fácil dar duro em menino que está com uma buchinha de maconha no bolso, do que descobrir como membro da segurança pública, de quem é o helicóptero com meia tonelada de droga. Eu não vou fazer repressão, eu vou fazer uma política de pacto social, com políticas públicas para melhorar a vida do nosso povo mais pobre”, disse.
Em Juiz de Fora, a deputada Margarida Salomão candidata à prefeitura, se mostrou coesa nos argumentos e apresentou suas propostas de governo para a melhoria a cidade. Ela citou os recursos federais que estão sendo cortados e que, a partir disso, a prefeitura vai precisar de iniciativas eficientes para trabalhar com recursos próprios. Margarida defendeu a regularização fundiária e afirmou que essa é uma questão de concepção política.
Margarida disse que  Juiz de Fora é uma grande cidade com enormes riquezas e possibilidades, mas que a população precisa e quer mais. Ela afirmou ainda que seu plano de governo foi feito com coletividade. “Nós construímos um programa com a participação de centenas de pessoas que deram sua opinião e sua contribuição. Pessoas do povo, especialistas, professores da universidade e funcionários públicos. Nós temos um programa altamente inovador, em que nós expressamos exatamente essa condição de assegurar a cada cidadão o seu direito.”
Para a candidata,  reconstruir as políticas públicas da cidade depende do esforço de todos. “Nós nos oferecemos como uma possibilidade de melhorar, de ter um futuro melhor”, concluiu Margarida.
Quem também teve uma participação vitoriosa foi Leninha, em Montes Claros. Durante suas considerações, a candidata salientou que a “velha política” e as trocas de acusações, mostram que alguns candidatos não tem propostas concretas de melhorias para o município.
Leninha reforçou o fato de ser a primeira vez que uma mulher trabalhadora entra na disputa pela prefeitura de Montes Claros e afirmou que quer construir “uma cidade para o século XXI que é pautada pela solidariedade, pela reciprocidade, segurança e acima de tudo, sustentável”.
A quinta-feira também foi marcada por debates em cidades do Sul de Minas, dos Vales do Jequitinhonha e do Mucuri e do Triângulo.
Para a presidenta do PTMG, Cida de Jesus, os candidatos tiveram um comportamento exemplar de quem realmente quer trabalhar pelos municípios. “Esse é o modo petista de fazer campanha, apresentando propostas concretas para o desenvolvimento social e econômico das cidades. Nossos candidatos não baixaram o nível e estão prontos para exercerem os mandatos aos quais disputam”, disse.
Assessoria de Comunicação PTMG

***
***
***

O PT ESTÁ DE OLHO !



O Partido dos Trabalhadores de Minas Gerais já está mobilizado para que nada passe despercebido no dia da eleição.
Contando com o apoio de militantes e filiados, a nossa “Tropa de Choque” vai estar mobilizada para coibir todo tipo de fraude, e más intenções dos adversários. Além disso, vários companheiros e companheiras estarão próximos aos locais de votação para denunciar qualquer tentativa de irregularidade.
A fiscalização da eleição pelos próprios partidos está prevista nas Resoluções 23.456/15, 23.457/15 e 23.460/15, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
“Nossos companheiros ajudam na fiscalização por amor ao PT e por saberem que essa é a forma de ganhar a eleição de modo honesto”, afirma Luiz Mamede, Secretário de Organização do PTMG.  Ainda segundo Mamede, “todos os que colaboram ficam disponíveis para atuar até o final da apuração”.
Vale lembrar que todos os fiscais e delegados de partido devem estar devidamente identificados com o crachá e previamente cadastrados no TRE.
Em Belo Horizonte, o Diretório Estadual do Partido dos Trabalhadores estará de plantão neste sábado e domingo.
Assessoria de Comunicação PTMG

Nenhum comentário: