CEZAR CANDUCHO

Minha foto
TERRAS ALTAS DA MANTIQUEIRA., MG, Brazil

domingo, 6 de novembro de 2016

Veja inventa “fuga de Lula” para justificar prisão arbitrária.

veja-capa

No dia 14 do mês passado, no começo da tarde, este Blog denunciou que estava sendo preparado um espetáculo em torno de suposta prisão arbitrária que Lula sofreria por parte da Lava Jato. O argumento que seria usado para prendê-lo: ele pretenderia “obstruir a Justiça” e, assim, haveria que prendê-lo para proteger as investigações.

veja-1

Clique na imagem acima para ler a matéria.
O que é “atrapalhar investigações”? Fugir, por exemplo. Fuga de suspeito ou acusado é a forma mais grave de obstruir a Justiça.
Na edição de Veja desta semana (9 de novembro), pela enésima vez neste ano a revista martela que existiria um “plano de fuga” de Lula e família, e essa seria a razão de o ex-presidente estar fazendo denúncia à ONU contra abusos da Lava Jato de que vem sendo alvo.
Porém, desta vez a revista cria uma situação absolutamente insólita. O Palácio do Planalto, ou seja, Michel Temer e, sobretudo, José Serra (derrotado duas vezes pelo petista em campanhas eleitorais), ambos adversários políticos de Lula, descobriram um problema grave que ameaçaria o Brasil…
veja-2
Clique na imagem acima para ler a matéria.
Zelosos com a “imagem impecável do Brasil no exterior” (sic), sobretudo no que diz respeito aos cânones democráticos do país, Temer e Serra acham que, se Lula pedir asilo diplomático por se dizer perseguido politicamente, a comunidade internacional acreditará no que a direita diz que essa mesma comunidade internacional nunca acreditara, ou seja, que, recentemente, houve um golpe no Brasil e que, agora, há uma ditadura instalada por aqui.
Reportagem publicada na mais recente edição de VEJA que chega às bancas neste sábado promete revelar “detalhes de como o governo Temer vem lidando em sigilo com um delicado assunto: o risco de o ex-presidente Lula fugir do país”
Segundo a revista, “no momento em que o cerco da Operação Lava-Jato se fecha sobre o petista, as investidas dos advogados de Lula na Organização das Nações Unidas (ONU) levaram o ministro José Serra a procurar o presidente da República para analisar as consequências de um eventual pedido de asilo político de Lula”.
Como foi que a Veja descobriu essa preocupação inédita de Temer e Serra com a imagem do país? Ora, eles contaram para a Veja.
O chanceler também considera que um eventual asilo de Lula poderá criar danos diplomáticos, prejudicando a imagem do Brasil no exterior.
“Talvez eu tenha essa avaliação, mas o assunto principal que eu discuti com o presidente Temer foi o tratamento a ser dado a essa questão da ONU dentro do governo. Não penso que o asilo seja a estratégia principal, mas não vou afirmar o contrário”, disse ele à revista Veja desta semana.
Serra não foi questionado sobre os R$ 23 milhões que recebeu da Odebrecht em 2010, numa conta na Suíça (leia aqui), nem foi indagado sobre a possibilidade de ele próprio vir a pedir asilo diplomático, caso venha a sofrer implicações judiciais decorrentes da descoberta da conta usada pelo PSDB no paraíso fiscal helvético.
Lula é acusado de se beneficiar de reformas em dois imóveis (um sítio em Atibaia e um apartamento no Guarujá), que, segundo os cartórios de imóveis competentes, não lhe pertencem.
Serra foi delatado pela Odebrecht por ter recebido R$ 23 milhões – equivalentes hoje a R$ 34,5 milhões – numa conta secreta num paraíso fiscal.
O chanceler avalia, no entanto, que o que dano à imagem do Brasil é causado pelo risco de fuga de Lula – e não por sua presença no Itamaraty.
Na verdade, essa matéria nada mais é do que material requentado. A primeira tentativa da Veja de criar argumentos para a Lava Jato prender Lula foi em março deste ano.
veja-3
A matéria foi anunciada numa quinta-feira, 24 de março de 2016 no portal da Veja.
Basicamente, o que a revista publicou foram informações negadas pela fonte que teria afirmado que “o ex-presidente e aliados” estariam estudando “requerer que país europeu o receba como perseguido político” porque a família de Lula teria cidadania brasileira e italiana.
Disse Veja, à época, que o embaixador daquele país, Raffaele Trombetta, promovia um jantar para quarenta convidados, entre eles aliados do ex-presidente com atuação destacada no mundo jurídico e no Congresso.
Segundo a revista, “em determinado momento do convescote Trombetta teve uma conversa franca e reservada com os emissários do ex-presidente. Foi perguntado sobre possíveis desdobramentos caso Lula se refugiasse no prédio da embaixada italiana e desse prosseguimento ao pedido de asilo político” e o embaixador teria prometido “estudar consequências”.
O factoide não durou 24 horas.
veja-4
Há algumas semanas, o site O Antagonista veio com a tese da fuga de Lula de novo.
Para quem não sabe, esse site é editado por antipetistas que trabalhavam na Veja e que pediram demissão da revista para tocar um site com bico grande e investimento milionário, aquilo que os mineiros chamam de “trem-bão”…
Seja como for, um dos editores do Antagonista, um tal Claudio Dantas, tratou de inventar nova rota de fuga para Lula. Agora não seria mais Itália, já que o embaixador Trombetta desmentiu Veja publicamente. Agora, Lula fugiria para o Uruguai.

A matéria de Veja desta sábado 5 de novembro nada mais é do que ação da revista para justificar eventual decretação extemporânea de prisão de Lula.
Na verdade, há quem acredite que Lula iria ser preso junto com Cunha e acabou não sendo porque polêmica sobre sua prisão iminente deixou a Lava Jato com um pé atrás.
É tudo uma questão de fé, não é mesmo? Quem acreditou na possível prisão iminente de Lula três semanas atrás, agora pode supor que essa nova reportagem de Veja sobre hipotética fuga dele e da família teria relação com triangulação entre a revista, a Lava Jato e o governo Temerário com vistas a justificar prisão arbitrária do ex-presidente.
É criminosa a acusação de que Lula fugiria do país apesar de as denúncias contra si estarem sofrendo críticas tão duras de inépcia. O processo contra o ex-presidente não contém um só elemento de prova ou de forte indício. Tudo está no campo das suposições.
Concluo esse texto exortando Les Enfants Terribles  de Veja e agregados antagônicos a darem uma lida no coleguinha deles Reinaldo Azevedo, que no texto que você pode ler aqui afirma que Lula não tem um mísero motivo para fugir.
veja-5
*

Nenhum comentário: