CEZAR CANDUCHO

Minha foto
TERRAS ALTAS DA MANTIQUEIRA., MG, Brazil

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Playboys da Lava Jato estarão acabados se Lula for absolvido.

lava-jato-capa

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vem lutando em instâncias nacionais e internacionais para mostrar que os procuradores e policiais que o investigam e os juízes que o julgam não detêm o requisito pétreo e basilar da isenção para atuarem no seu caso.
O comportamento pregresso e/ou atual dos pretensos carrascos de Lula comprova que ele tem razão.
Juízes, policiais federais e procuradores da Lava Jato são inimigos figadais do ex-presidente. Metem-se em brigas com seus advogados, antecipam juízos de valor sobre o que ainda não julgaram, debocham do ex-presidente…
O juiz Sergio Moro, ultimamente, parece ter perdido qualquer pudor e passa a hostilizar e manietar a defesa de Lula enquanto confraterniza com seus adversários políticos.



— lava jato 3
Até a mídia antipetista, em atos falhos, denuncia a parcialidade da Lava Jato, como nesta matéria do Estadão.
— lava jato 1
O caso está nas mãos da Organização das Nações Unidas, à qual o ex-presidente recorreu denunciando que está sendo perseguido pelo Estado brasileiro por questões políticas.
A mídia minimizou a denúncia de Lula à ONU, mas sabe que a admissão da queixa dele pelo menos obrigará o Comitê de Direitos Humanos do órgão a monitorar a Lava Jato, seus procedimentos e, sobretudo, o comportamento do juiz Sergio Moro, quem, certamente, deu de presente ao petista a foto de confraternização com um de seus maiores inimigos políticos.
Mas nada melhor do que as estratégias de ataque da Lava Jato para comprovar o caráter falsário da investigação contra o ex-presidente. Nesse aspecto, matéria publicada hoje pela Folha de São Paulo tem o condão de mostrar como são frágeis as acusações contra ele.
— Lava Jato 4
Vamos resumir? Para entender por que cresceu tanto o apoio a Lula no Datafolha basta ler a reportagem acima. O terreno nunca foi de Lula, o Instituto Lula não foi construído no local, não existe prova conhecida da acusação, mas indiciam o petista assim mesmo.
Já o ex-presidente FHC pediu milhões à Odebrecht (e a muitas outras empresas) DENTRO do Palácio do Planalto em 2002, recebeu o dinheiro, montou seu instituto e jamais teve qualquer problema, como mostra reportagem da revista Época que a mídia esconde há 14 anos
— lava jato 5
É evidente que organismos internacionais vão acabar condenando o Brasil por violação dos direitos humanos de Lula. Há muita prova contra os candidatos a carrascos do ex-presidente e prova alguma contra ele.
Do ponto de vista histórico, todos os que colaboraram com esse processo serão arrolados como autores de um crime de lesa-humanidade, a perseguição do maior líder político da história, quem deixou o poder com 80% de aprovação e até hoje é o mais forte candidato a ocupar a Presidência da República Federativa do Brasil a partir de 2019.
O destempero, o verdadeiro desespero dos autores intelectuais da Lava Jato de indiciarem Lula sob acusações absurdas como a que figura na matéria da Folha reproduzida acima tem uma explicação lógica.
Sergio Moro, Deltan Dallagnol, Carlos Lima, Igor Romário de Paula, enfim, todo esse time de playboys da Lava Jato que usa e abusa de estratégias desumanas e infames contra Lula e sua família sabe muito bem que se não conseguir condená-lo as carreiras de seus membros estarão acabadas.
Isso sem falar nas inúmeras ações penais a que teriam que responder e que dificilmente teriam desfecho diferente de condenação, se houver julgamentos justos, pois se todo o constrangimento, se todo o sofrimento mental imposto a esse homem e à sua família não se mostrar mil por cento justificado, esses playboys terão cometido um crime contra a vida, um crime hediondo que servirá de norte para humanidade sobre como autoridades NÃO devem agir.
Alguém precisa salvar a Lava Jato afastando esses vampiros de popularidade, gente que quer usar um grande estadista como Lula para galgar postos em suas carreiras e ser ovacionada por uma elite tosca que não faz ideia do que seja democracia e Estado de Direito.
*

Nenhum comentário: