CEZAR CANDUCHO

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

PTMG - Governador Fernando Pimentel visita obras no km 5 da LMG-806 destruído pelas chuvas.


Trecho, em fase de reconstrução, será entregue até sexta-feira para a população.

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, visitou, na manhã deste domingo (18/12) as obras de recuperação do trecho do km 5 da rodovia LMG-806, em Ribeirão das Neves, destruído pelas chuvas na última semana. A expectativa é que o trânsito seja liberado até sexta-feira (23/12).
Ao lado do secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), Murilo Valadares, do diretor-geral do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER/MG), Célio Dantas, do coordenador estadual da Defesa Civil, coronel Helberth Figueiró, e da prefeita de Ribeirão das Neves, Daniela Correa, o governador acompanhou os trabalhos e afirmou que, por ser uma obra definitiva e não apenas emergencial, a conclusão será na próxima sexta-feira. “Vamos levar a semana inteira fazendo e entregar na sexta-feira para o tráfego voltar a fluir normalmente. É necessária essa interrupção para fazermos o serviço definitivo”, afirmou.
Segundo Pimentel, equipes do DEER-MG também estão trabalhando em Ribeirão das Neves em uma operação emergencial tapa-buracos. “As chuvas foram muito fortes, vias de maior trânsito estavam praticamente interrompidas. Estamos conversando com a prefeita, mas a principal demanda é essa aqui que estamos restabelecendo, que faz a ligação com Justinópolis e é extremamente importante para dar mais conforto a população que hoje está dando uma volta imensa pela BR-040”, completou o governador.
Segundo a Setop, os trabalhos de recuperação da LMG-806, no quilômetro 5, estão em andamento desde a semana passada. Na sexta-feira (16/12) foi realizado o enrocamento da área (base de pedra para fundação de obra) sobre a qual serão instaladas duas linhas de tubos metálicos com 2,80 metros de diâmetro para o escoamento da água pluvial. A etapa seguinte será a recomposição do aterro até o nível da rodovia.  Um caminhão caiu na cratera aberta na rodovia e três pessoas morreram.
No quilômetro 11,5 da mesma via, onde os trabalhos de estabilização do aterro tiveram início na quinta-feira (15/12), para evitar que a cidade de Ribeirão das Neves ficasse isolada, foram realizados os serviços de suporte da pista e apoio do gabião para evitar a evolução do rompimento da pista.
Causas
O governador ressaltou que uma comissão tem trabalhado para investigar as causas do acidente. “Temos que ter cautela. A chuva foi extremamente fora do padrão e a galeria que estava aqui é muito antiga, pude constatar isso in loco, e ela não suportou a vazão da água. Além de antiga, a galeria suportava um tráfego muito pesado. Isso tudo somado levou a essa ruptura. Tem engenheiros trabalhando para fazer a perícia da obra. Vamos aguardar”, salientou.
O secretário Murilo Valadares também pediu cautela para identificar o que pode ter levado a ruptura. “Sabemos que tinha uma galeria velha engastada em uma nova, agora, temos que ter cautela para avaliar e, em pouco tempo, sai o resultado”, disse.
Chuvas
Nesta segunda-feira (19/12), o governador Fernando Pimentel preside a primeira reunião do Grupo Estratégico de Resposta instituído para promover a mobilização e a ação coordenada dos órgãos e entidades estaduais frente à consequência das chuvas.
Criado pelo Decreto 655, publicado na sexta-feira (16/12) no diário oficial do Estado, o Minas Gerais, as atividades do Grupo Estratégico serão coordenadas pelo Gabinete Militar, por meio da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec). Ele é integrado por representantes das secretarias Geral, de Governo (Segov), Fazenda (SEF), Saúde (SES), Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese), Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) e Transporte e Obras Públicas (Setop), além, do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem (DEER), Cemig, Copasa, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar e Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam).

Com informações da Agência Minas, Assessoria de Comunicação PTMG
***
***
***
Rui Falcão: Medidas de Temer reforçam urgência de eleições diretas.



Para o presidente do PT, a vida do brasileiro só vai piorar com a PEC 55, o projeto de reforma da Previdência e paliativos apresentados pelos golpistas.

O like no meu tweet  de “ Fora Temer!  que o presidente usurpador ou alguém em seu nome espalhou semana passada pelas redes sociais foi alvo de ironias generalizadas, propiciou memes variados, mas nenhum desmentido. Na prática, foi um reconhecimento premonitório do que estampariam em seguida as pesquisas do Ibope/CNI, refletindo a impopularidade avassaladora do personagem e o desejo da população de vê-lo pelas costas, renunciando a um governo que, além de ilegítimo, devasta o País com uma conjugação de recessão, desemprego e empobrecimento inauditos.
Como foi dito, a pesquisa foi realizada antes mesmo que surgissem as novas denúncias de corrupção envolvendo o próprio golpista e sua turma de apaniguados-hóspedes do Palácio do Planalto. Por isso mesmo, a turma do impeachment apressou-se em desconsiderar os depoimentos de executivos da Odebrecht, ao mesmo tempo em que impedia a aprovação, na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, de emenda propondo eleições diretas para os casos de afastamento do presidente até 3 anos e meio do mandato. Ou seja,  a emenda altera a regra atual que permite eleição indireta no caso, por exemplo, de Temer vir a ser cassado ano que vem pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Tudo indica que, com a PEC 55, o projeto de reforma da Previdência e mesmo com os paliativos apresentados por Henrique Meirelles semana passada, a vida só vai piorar, reforçando a urgência de trocar o governo. Em sintonia com o sentimento da maioria da população, para recuperar a democracia violentada pelo golpe e para retomar o crescimento econômico com distribuição de renda, geração de empregos e inclusão social, ‘Diretas’ o quanto antes!

Com informações da Agência PT de Notícias, Assessoria de Comunicação PTMG

Nenhum comentário: