CEZAR CANDUCHO

Minha foto
TERRAS ALTAS DA MANTIQUEIRA., MG, Brazil

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

PTMG - “Nossa principal tarefa será ampliar a participação popular”, ressalta Rogério Correia ao tomar posse como 1º Secretário da ALMG.


Em Reunião Solene de Plenário realizada na manhã desta quarta-feira (1º), foram retomados os trabalhos parlamentares na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) em 2017 e recebida mensagem do governador contendo a prestação de contas do Executivo referente ao ano passado.
O deputado Rogério Correia, que era o líder do Bloco Minas Melhor, tomou posse como 1° Secretário da ALMG. Também fazem parte da nova Mesa Diretora para o biênio 2017-2019, eleita em dezembro: Adalclever Lopes (PMDB), reconduzido à presidência, cargo que ocupa desde 2015; Lafayette de Andrada (PSD), 1º-vice-presidente; Dalmo Ribeiro Silva (PSDB), 2°-vice-presidente; e Inácio Franco (PV), 3°-vice-presidente. E também Alencar da Silveira Jr. (PDT), reeleito 2°-secretário; e Arlen Santiago (PTB), eleito 3°-secretário.
“Ampliar a participação popular, seja no trabalho das comissões, aproveitando ideias, atendendo reivindicações”, ressalta Rogério Correia sobre sua principal tarefa na 1º Secretaria da ALMG. Confia a entrevista coletiva:
Representando o governador Fernando Pimentel na Reunião Solene, que marcou a instalação da 3ª Sessão Legislativa da 18ª Legislatura, o secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Helvécio Magalhães, leu mensagem constitucional do Executivo.
Segundo expôs o secretário, apesar do conturbado panorama político e econômico nacional, a harmonia entre o Executivo e o Legislativo em Minas permitiu a consolidação de um governo pautado no diálogo com a população e com os servidores. A mensagem ressalta, entre outros, a parceria com a ALMG para a realização e a consolidação dos fóruns regionais de governo, empreendidos para identificar as necessidades da população e que resultaram na aprovação do Pacto do Cidadão.
Foram destacados, ainda, a aprovação, pela Assembleia, do Plano Plurianual da Ação Governamental (PPAG) 2016-2019, incorporando os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) preconizados pela Organização das Nações Unidas (ONU).
O PPAG organiza os programas e ações que o governo pretende desenvolver no período de quatro anos, com as respectivas metas físicas e orçamentárias, bem como as regiões do Estado a serem beneficiadas.
Dívidas – A mensagem do governador também considera, como pontos positivos frente às dificuldades econômicas, que Minas foi protagonista na renegociação das dívidas dos estados com a União. Segundo expôs o secretário Helvécio Magalhães, isso significou para o Estado uma redução nos pagamentos de mais de R$ 4,062 bilhões somente no ano passado e de mais R$ 8,864 bilhões até 2018.
Parlamento deve buscar serenidade, diz deputado.
Após discorrer sobre a origem da democracia e dos parlamentos modernos, Lafayette de Andrada frisou que “o Parlamento é o coração da democracia” e condenou “o radicalismo, a incompreensão e a impaciência” que, no seu entendimento, estão contribuindo para conturbar o atual cenário nacional e confundir a opinião pública.
“Falsidades são difundidas às vezes ingenuamente ou com o objetivo de tumultuar o contexto ou de manchar reputações”, disse o parlamentar, para quem o Legislativo tem o importante papel de promover o debate franco de ideias em busca do interesse público e do progresso.
Lafayette de Andrada destacou que é preciso restaurar a moderação e o juízo sereno e defender as instituições. “O momento exige serenidade, e é nesse contexto que a Assembleia retoma suas funcões”, frisou.
O deputado Hely Tarqüínio (PV), que abriu as duas reuniões por ser o deputado mais idoso da ALMG, foi designado novo ouvidor-geral da Assembleia de Minas, onde no biênio anterior ocupou o cargo de 1º-vice-presidente.
Reunião especial destinada à posse dos membros da Mesa para o 2º biênio da 18ª Legislatura, à posse dos suplentes à 18ª Legislatura e à designação do ouvidor-geral da Assembleia – Foto: Daniel Protzner
*
Novos parlamentares – Ainda durante a Reunião Especial, tomaram posse o deputado Coronel Piccinini (PSB), na vaga aberta pelo ex-deputado Wander Borges (PSB), eleito prefeito de Sabará (Região Metropolitana de Belo Horizonte); e o deputado Tony Carlos (PMDB), que já havia exercido mandato como deputado entre 2015 e 2016 e retorna à Casa na vaga de Sávio Souza Cruz (PMDB), atual secretário de Estado de Saúde.
Entre autoridades presentes, compuseram a mesa os presidentes do Tribunal de Justiça do Estado, Herbert Carneiro, e do Tribunal de Contas de Minas Gerais, Sebastião Helvécio; e ainda o procurador geral de Justiça do Estado, Antônio Sérgio Tonet; a defensora pública geral do Estado, Christiane Procópio Malard; o vice-prefeito de Belo Horizonte, Paulo Lamac; e o presidente da Câmara Municipal da Capital, vereador Henrique Braga (PSDB).
Foto e fonte: Assessoria de Comunicação deputado estadual Rogério Correia

***
***
***

6º Congresso será intitulado de Dona Marisa Letícia Lula da Silva.



Congresso Nacional do PT será realizado nos dias 1, 2 e 3 de junho de 2017. Ex-primeira dama faleceu na última sexta-feira (3)
O 6º Congresso Nacional do Partido dos Trabalhadores será intitulado de Dona Marisa Letícia Lula da Silva, em homenagem à ex-primeira dama. A decisão foi aprovada durante reunião da Executiva Nacional do PT, nesta terça-feira (7), em Brasília.
O  6º Congresso Nacional do PT será realizado nos dias 1, 2 e 3 de junho de 2017, com a participação de 600 delegados e delegadas, observando a paridade de gênero e as cotas étnicos raciais e de juventude, conforme o artigo 22 do Estatuto do PT.
Dona Marisa faleceu na última sexta-feira (3), aos 66 anos, um dia após o Hospital Sírio Libanês, em  São Paulo, constatar morte cerebral em decorrência de um Acidente Vascular Cerebral (AVC).
O velório aconteceu no sábado (4) e as homenagens à Dona Marisa reuniram milhares de pessoas no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP). O ex-presidente Lula recebeu a solidariedade e o abraço de militantes, dirigentes, colegas e familiares durante toda a cerimônia. A missa de sétimo dia será realizada na quinta-feira (9) na Igreja Matriz de São Bernardo do Campo, às 19h30.
O 6º Congresso Nacional tratará de cenário internacional e nacional, balanço dos governos nacionais petistas, estratégia política e programa, funcionamento do PT e organização partidária. O Congresso pode ser dividido em duas fases:
Em 9 de abril, será realizado um Processo de Eleições Diretas (PED) municipal que renovará as direções municipais e escolherá os delegados e delegadas estaduais, que serão eleitos através de chapas.
Depois do PED Municipal, haverá o processo de congressos, no qual os delegados e delegadas eleitos escolherão as direções estaduais, a delegação para o Congresso Nacional e a Direção Nacional.
Foto e fonte: Agência PT de Notícias

Nenhum comentário: