CEZAR CANDUCHO

sábado, 24 de outubro de 2015

Prisão de mulher e filha atormenta Cunha.

01 a prisão da mulher e filha
Leiam a seguir a íntegra da matéria publicada no portal do Jornal do Brasil.

MPF pode desmembrar inquérito para prender mulher e filha de Cunha.
Jornal do Brasil
Eduardo Miranda

Parlamentares próximos do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), já dão como certo um pedido do Ministério Público Federal para que o inquérito contra o deputado, sua mulher, a jornalista Cláudia Cruz, e a filha Danielle seja desmembrado.

Com a operação, o processo da mulher e da filha de Eduardo Cunha seria remetido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para primeira instância e poderia cair nas mãos do juiz Sérgio Moro. Como as duas não têm foro privilegiado, haveria grandes chances de prisão preventiva dos familiares do parlamentar.

A possibilidade de que seja essa a estratégia do MPF deixou Eduardo Cunha apreensivo, segundo relatos de deputados aliados. Sob a condição de se manter em anonimato, um parlamentar comentou, ainda, que a mulher do peemedebista está deprimida com a eminente ação da Justiça.

Assessores do Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, buscam indícios de que Eduardo Cunha fez e vem fazendo uso do cargo na Presidência da Câmara para atrapalhar as investigações e os desdobramentos da Lava Jato.

Nesta quinta-feira (22), o relator da Lava Jato no Supremo, ministro Teori Zavascki, atendeu ao pedido da PGR para ordenar o bloqueio e sequestro de R$ 9,6 milhões atribuídos a Cunha e que estão em contas na Suíça.

Antes mesmo que fossem descobertas as contas secretas e a informação fosse comunicada pelo Ministério Público suíço às autoridades brasileiras, a PGR já havia denunciado Eduardo Cunha no STF por lavagem de dinheiro e corrupção passiva no âmbito das investigações de fraudes na Petrobras.

FONTE: Jornal do Brasil (clique aqui)

Nenhum comentário: