CEZAR CANDUCHO

Minha foto
TERRAS ALTAS DA MANTIQUEIRA., MG, Brazil

domingo, 8 de novembro de 2015

Dilma anuncia liberação de FGTS para vítimas de acidente com barragens - A presidenta Dilma Rousseff lamentou, nesta sexta-feira (6), a notícia do rompimento das barragens de Fundão e Santarém, ocorrido nesta quinta-feira (5), no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana, Minas Gerais. O Corpo de Bombeiros de Ouro Preto, que tem equipes no local, confirmou uma morte e 15 desaparecidos.

O acidente já provocou 8 mortes e 43 ficaram feridas.


Pelas redes sociais, a presidenta prestou solidariedade às vítimas e familiares do acidente e enfatizou que é preciso apurar com rigor suas causas e responsabilidades.

Dilma destacou também que ligou ontem mesmo para o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, colocando o governo federal à disposição do estado. Ela lembrou que na manhã de hoje tanto o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, quanto o Secretário Nacional da Defesa Civil, Adriano Pereira, estiveram na região atingida para avaliar os estragos e as necessidades da população.

A presidenta anunciou também que o governo federal reconhecerá o estado de emergência do município de Mariana, o que permitirá o saque do FGTS pelas pessoas atingidas. Ela aproveitou o espaço para saudar o espírito de solidariedade do povo brasileiro que tem prestado ajuda e enviado doações às vítimas.

“Saúdo o espírito de solidariedade do povo brasileiro, que tem enviado mantimentos e roupas aos desabrigados”, reconheceu a presidenta.

Apoio do governo

Com a liberação do FGTS, a população atingida poderá sacar do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) o valor de até R$ 6,2 mil para as despesas imediatas.


(Foto g1)

A Caixa Econômica Federal está presente na cidade mineira para auxiliar os desabrigados a obterem novos documentos. A Agência Nacional de Águas (ANA), por sua vez, acompanha de perto o abastecimento hídrico na região para avaliar a necessidade de alguma providência.

O governo federal tem apoiado o estado de Minas Gerais para a assistência das famílias desabrigadas e buscas na área. O Ministério da Integração Nacional e o Exército Brasileiro trabalham em parceria com Defesa Civil para realizar o apoio emergencial. A União também está apoiando a entrega de kits emergenciais à população atingida.

"Maior desastre ambiental já vivido pelo estado"


Nesta sexta-feira (6) O governador Fernando Pimentel sobrevoou a região de Mariana, atingida pelo rompimento de duas barragens da mineradora Samarco, de propriedade da Vale, e disse que o acidente é o maior desastre ambiental já vivido pelo estado.

As barragens do Fundão e de Santarém, pertencentes à empresa Samarco, romperam nessa quinta-feira (5), por volta das 16h30, e inundaram a região com lama, rejeitos sólidos e água usados no processo de mineração.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, mais de 500 moradores de áreas afetadas pelo rompimento das barragens foram resgatados pela corporação. No total, 105 bombeiros e 20 viaturas estão em Bento Rodrigues, área rural onde ocorreu o acidente.

Representantes do Núcleo de Combate aos Crimes Ambientais do Ministério Público Estadual de Minas Gerais estão em Bento Rodrigues e será instaurado um inquérito civil para apurar as causas do rompimento da barragem, afirmou o promotor de Justiça do Meio Ambiente, Carlos Eduardo Ferreira Pinto.


Do Portal Vermelho com agências 

Nenhum comentário: