CEZAR CANDUCHO

Minha foto
TERRAS ALTAS DA MANTIQUEIRA., MG, Brazil

terça-feira, 1 de março de 2016

Datafolha: Aécio perde 3 pontos, Lula se mantém firme.

aroeira_mansao_marinho_paraty-740x391




É um bocado ridículo fazer pesquisa eleitoral a 32 meses das eleições.
Os institutos estão errando até mesmo pesquisa de boca de urna, que dirá de 32 meses.
Mais ridículo ainda quando pensamos quem são os autores da pesquisa: o grupo Folha.
A mídia patrocina campanhas políticas de difamação e, em seguida, faz uma pesquisa cujas perguntas se baseiam nessas mesmas campanhas.
Entretanto, mesmo assim, a resiliência de Lula é a prova de que a campanha midiática do partido da Globo para destruí-lo traz riscos enormes.
Segundo pesquisa Datafolha que a Folha divulga nesta segunda-feira, Lula ainda é um dos nomes políticos mais competitivos para disputar as eleições de 2018.
Lula tem 20% dos votos hoje, na mesma pesquisa, mesmo patamar de dezembro. Não caiu nada.
Até mesmo sua rejeição, que está bem alta, se manteve estável nos últimos 30 dias.
Lula parece ter atingido um "chão". O núcleo duro de seu eleitorado, o esqueleto de uma possível candidatura em 2018, situa-se em torno de 20%.
Mais interessante ainda é que Aécio não está ganhando votos. Ao contrário, o Datafolha confirma um dado que já tínhamos visto na pesquisa CNI/MDA, o eleitorado de Aécio caiu 4 pontos de meados de dezembro até hoje: saiu de 27% para 24%.
Na mesma Folha, de hoje, há notícia de que as reformas no "sítio em Atibaia" custaram mais de R$ 1 milhão. É notícia requentada, com base nas informações, já vazadas, sobre os custos de material de construção e mão-de-obra.
A única novidade: a Folha, espertinha, reajusta o valor segundo a inflação, daí que 700 mil vira "mais de um milhão".
No texto, inventa-se suspeitas maliciosas porque parte das obras e serviços foi paga em espécie, prática comum, porém, no universo da construção civil, principalmente em obras de pequeno porte, para fins domésticos. É dinheiro para pagar mão-de-obra.
A mídia e a Lava Jato fazem construções semióticas em que tudo se torna crime. Os procuradores de Curitiba continuam em Atibaia, de onde vazam freneticamente informações para a mídia.
Enquanto isso, o triplex dos Marinho permanece um tema caro somente à imprensa independente.
A matéria requentada sobre o sítio em Atibaia talvez tenha o propósito espúrio de oferecer base midiática para um eventual espetáculo a ser promovido nesta segunda-feira pela Polícia Federal, contra Lula e seus familiares.
O que não para de me chocar é como a mídia tem insuflado essa tara por prisão.
Lula tem 70 anos de idade. A tara para encarcerar um senhor de 70 anos, apenas por causa de suas ideias, me cheira aos piores momentos do fascismo.

Nenhum comentário: