CEZAR CANDUCHO

Minha foto
TERRAS ALTAS DA MANTIQUEIRA., MG, Brazil

sábado, 10 de dezembro de 2016

Movimentos sociais protocolam pedido de impeachment de Temer - (‘A conduta de Temer é tão grave que pode também ser considerada como infração penal comum’, diz a peça. LULA MARQUES/AGPT).


‘A conduta de Temer é tão grave que pode também ser considerada como infração penal comum’, diz a peça. LULA MARQUES/AGPT

Da RBA

Movimentos sociais, representantes dos trabalhadores, dos estudantes e juristas protocolaram nesta quinta-feira (8) na Câmara dos Deputados pedido de impeachment do presidente Michel Temer. O fundamento do pedido é que há “fortes indícios de prática de atos ilícitos” pelo ex-ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima. Ele entregou o cargo em 25 de novembro, depois de uma semana tensa que começou com o pedido de demissão do ministro da Cultura, Marcelo Calero.

Geddel foi acusado por Calero em depoimento à Polícia Federal. Ele disse que Geddel o pressionou a liberar obra de um prédio residencial de 30 andares em área histórica de Salvador, que não havia recebido parecer favorável do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), vinculado à pasta da Cultura.

Geddel confirmou à imprensa que havia comprado um apartamento no empreendimento, deixando patente que atuou com base em interesses próprios. O próprio Temer se envolveu no caso e exerceu pressão sobre Calero, solicitando que o ministro da Cultura enviasse pedido à Advocacia-Geral da União (AGU). Segundo Calero, Temer propôs uma “chicana” para que o problema fosse resolvido. Também atuou em defesa do interesse particular de Geddel o ministro Eliseu Padilha, da Casa Civil.

“A conduta de Temer é tão grave que pode também ser considerada como infração penal comum”, diz a peça protocolada hoje. O pedido de impeachment destaca ainda que o presidente e o ministro teriam incorrido em crime de concussão, ou seja, “exigir para si ou para outrem, direta ou indiretamente, vantagem indevida”. E também considera que o pedido de Temer para encaminhar o assunto para a AGU, por si só, configura crime de responsabilidade.

*

Nenhum comentário: