CEZAR CANDUCHO

Minha foto
TERRAS ALTAS DA MANTIQUEIRA., MG, Brazil

sábado, 31 de outubro de 2015

Quem elegeu Cunha que embale; não cobrem do PT sua cassação.

cunha 3

Confesso que estou perdendo a paciência. E o que me leva a dizer isso nem é o maior dos absurdos que se vê no cenário político, é só mais um. Qual seja, a avalanche de cobranças ao PT para que peça oficialmente a cassação de Eduardo Cunha.
Como assim? O PT?! Por que? Por acaso foi o PT que elegeu Cunha presidente da Câmara?!
Quem vê o noticiário, pensa que o Congresso inteiro quer derrubar Cunha e só o PT não adere. Vamos dar uma volta por esse noticiário para conferir, para que não digam que estou exagerando.
Ufa! Parece muito a você? Pois saiba que não é nem uma fração não só das reportagens, mas também da virtual avalanche de textos opinativos – colunas, editoriais, artigos – que cobram que o PT resolva a merda que fizeram PSDB, DEM, PSB, PMDB e outros bichos em fevereiro deste ano, quando elegeram alguém como Eduardo Cunha para presidir a Câmara dos Deputados.
Agora eu pergunto: por que o PT? Por que não cobram do PSDB que crie vergonha na puta da cara e traga seu discurso “ético” para a realidade parando de apoiar o gangsterismo com que Cunha atua para se manter no cargo e, portanto, protegido das investigações?
Todos sabem que Cunha tem uma tropa de choque na Câmara que usa para intimidar seus pares. O tal “Paulinho da Força”, talvez o mais notório pau-mandado de Cunha – que declarou que estará com ele “até o fim” -, apresentou denúncia contra o mandato do líder do PSOL, Chico Alencar, e pediu sua cassação.
Sou insuspeito de apoiar o PSOL, mas quem, em sâ consciência, pode acreditar em acusação de corrupção contra esse parlamentar? Pode-se acusar o PSOL de tudo, menos de se envolver em negociatas – até porque não tem como, pois não tem poder para barganhar.
Sabe como Cunha consegue praticar esses atos de gangsterismo à luz do sol, leitor? Graças ao PSDB em peso e, em menor proporção, a parte do PMDB e de outros partidos da base aliada ou da oposição, o dito “baixo clero” que colocou Cunha “naquela” cadeira da qual comanda toda sorte de picaretagens.
Apesar disso, sou surpreendido por alguns leitores de boa-fé e preocupados com o noticiário acima, que me perguntam “até onde são verdadeiras” essas “notícias” sobre a “leniência do PT” com Cunha, reproduzidas acima.
É o poder da mídia de propor ideias distorcidas ao público. A massividade e a esperteza de quem produz essas notícias é tal que consegue fazer até simpatizantes do PT ficarem preocupados pelo fato de o partido não peitar Cunha sozinho.
Sim, porque o que a mídia tucana e a oposição mais querem é que o PT e o governo Dilma invistam com força contra Cunha para ele colocar o impeachment em pauta e transformar a governança do país em uma roleta, pois, apesar de o STF estar disposto a barrar deformações da lei para “facilitar” a derrubada de Dilma, se houver número para votar seu impedimento obviamente que não haverá como evitar.
Ora, note-se que é uma operação muito bem arquitetada. Primeiro, produzem uma leva de pesquisas mostrando que a popularidade de Dilma continua baixa – e, mesmo se tivesse melhorado um pouco (e não deve ter melhorado), pesquisa alguma registraria. Em seguida, mais uma avalanche de números ruins sobre a economia.
Acuados pela opinião pública, os deputados poderiam resolver, vá lá, lavar as mãos e empurrar para o Senado a decisão sobre o mandato da presidente, quem, nesse momento, teria que se afastar do cargo.
É tudo que a oposição e (grande) parte do PMDB querem.
O mais provável é que isso não aconteça, mas não é certeza. A oposição e a mídia querem jogar com a sorte. Vai que…
Entendeu, leitor?
Ora, o PT até poderia propor a cassação de Cunha, mas desde que fosse viável. Porém, é óbvio que PMDB e PSDB, os fieis da balança, não o acompanhariam. Aí, o PT pede, não consegue e Cunha se vinga jogando o país em meses a fio de incertezas que tratarão de afundar ainda mais a economia, criando um caos que muitos ainda não entenderam que é justamente o que a direita midiática quer.
É isso mesmo, meu prezado leitor: a oposição aposta no caos, conta com ele, anseia por ele. Caos na economia, caos institucional. Em tal situação, entraria triunfante em cena, tomando o poder sem qualquer dificuldade, propondo a uma sociedade desesperada que lhe permita “resolver o problema deixado pelo governo inconpetente de Dilma”.
Não caia nessa, PT. Derrubar Cunha não é sua responsabilidade. Além disso, quem deve derrubá-lo em breve não é o Legislativo, mas o Judiciário, pois sua situação está ficando cada vez mais insustentável.
Sobre a imagem no alto deste post, caso alguém não tenha matado a charada sobre quem é o político que mostra, eis a solução do quebra-cabeça. Trata-se de um híbrido dos dois políticos da foto abaixo.
cunha 2
*

Nenhum comentário: